Sabado, 18 de Novembro de 2017 - 19:10 (Polícia)

18
Não recomendado para menores de 18 anos

RESPONSÁVEL POR UMA SÉRIE DE ESTUPROS EM VILHENA, MOTORISTA DE VAN ESCOLAR É ASSASSINADO A TIROS

Clodoaldo foi condenado por estupro em 18 de maio de 2014. Ele na época, confessou ter estuprado uma garota de 14 anos e outras três meninas.


Imprimir página

VILHENA - O homicídio foi registrado por volta das 22h45 desta sexta-feira, 17 de Novembro, na avenida José do Patrocínio, no bairro São José, em frente ao bar e lanchonete DZD, em Vilhena.

Segundo apurado, Clodoaldo de Miranda, de 39 anos, estava caminhando pela calçada, ocasião em que dois homens em uma bicicleta se aproximaram e o homem que estava na garupa sacou de uma arma de fogo e passou a atirar contra a cabeça da vítima. Após o crime, os homicidas evadiram-se do local, pela avenida Jamari.

Populares acionaram a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, que chegaram ao local e constataram o óbito da vítima. Clodoaldo usava tornozeleira eletrônica; ele que respondia pelo crime de estupro contra uma garota menor de idade.

A perícia da Polícia Técnico-Científica (Politec) realizou os trabalhos de praxe e liberou o cadáver a uma funerária de plantão.

Clodoaldo foi condenado por estupro em 18 de maio de 2014. Ele na época, confessou ter estuprado uma garota de 14 anos e outras três meninas.

Na ocasião, a vítima caminhava com o namorado de 16 anos pela avenida Sabino Bezerra de Queiroz, ocasião em que Clodoaldo teria abordado os dois e ordenado que o adolescente fosse embora, obrigando a adolescente a ir com ele, consumando o ato sexual em seguida. Para a polícia, Clodoaldo havia relatado que havia convidado a vítima e que ela aceitou, mas sua versão não convenceu o delegado que dirigiu o inquérito.

O Ministério Público havia acatado a denúncia, sendo que Clodoaldo acabou sendo condenado a prisão pelo crime de estupro de vulnerável. Ele que era motorista de uma van escolar e seus crimes chocaram o município.

No entanto, neste ano, Clodoaldo havia ganhado o direito de responder ao crime em regime semiaberto com o uso de tornozeleira eletrônica.

A Polícia Civil, através de seu departamento de homicídios apura a motivação e autoria do crime.

Fonte: rotapolicialnews

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias