Segunda-Feira, 25 de Fevereiro de 2013 - 09:11 (Colaboradores)

RENAN CALHEIROS: À VOLTA POR CIMA DE UMA AFRONTA A DEMOCRACIA

Renan Calheiros foi acusado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gurgel de cometer crimes de peculato, falsidade ideológica e falsificação de documentos, por ter desviado verba de gabinete para pagar pensão a um filho.


Imprimir página

A cada dia as manifestações pedindo a renuncia do atual presidente do senador, Renan Calheiros do (PMDB-AL) ganham força. Em pleno domingo (24) estudantes e simpatizantes promoveram ações contra Calheiros nas ruas de todo o país e até mesmo no exterior. “Fora Renan Calheiros”, diziam alguns dos milhares de cartazes.

Renan Calheiros foi acusado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)  Gurgel de cometer crimes de peculato, falsidade ideológica e falsificação de documentos, por ter desviado verba de gabinete para pagar pensão a um filho.

As manifestações que ocorrem por todo o país é um importante desfecho para a execução da quase decapitada “democracia brasileira” e faz com que a população busque 47 anos depois do Golpe Militar um reencontro com a sua auto-estima. Um sentimento apagado, baleado por conta do desrespeito da classe política com o brasileiro.

Mas tem um, porém a decaída de Renan Calheiro caso ocorra e é certo acontecer para o bem da reputação da presidente, Dilma Rousseff significaria uma resposta pessoal do brasileiro descente a cada “canalha público” de uma pequena amostra do veneno que os corruptos em geral poderão provar daqui pra frente caso continuem a afrontar o maior dos poderes, o povo. 

Fonte: Emerson Barbosa

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias