Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017 - 17:43 (Agricultura)

L
LIVRE

QUALIDADE E SUSTENTABILIDADE DO CAFÉ DE RONDÔNIA TEMA DE SEMINÁRIO ESTADUAL

Evento promovido pelo Sebrae em Rondônia em 28 de setembro no parque de exposições de Cacoal durante todo o dia.


Imprimir página

Rondônia tem uma produção de cerca de 2 milhões de sacas de café por ano, e a região de Cacoal tem se destacado como uma das mais produtivas, resultado de boas práticas de manejo e investimento em tecnologia. Para aumentar mais ainda a produtividade e qualidade do grão, o Seminário Estadual de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia é ministrado aos cafeicultores de sete municípios. O evento, promovido pelo Sebrae em Rondônia, ocorre neste dia 28 de setembro no parque de exposições de Cacoal durante todo o dia.

Dentro da programação do seminário, serão abordados temas como: tecnologias para a qualidade do café rondoniense; alternativas para melhorar a qualidade do café na fase pós-colheita e sustentabilidade na cafeicultura.

“Neste seminário os produtores terão a oportunidade de presenciar os efeitos que a qualidade do grão tem na renda deles e na melhoria do café de forma geral para o nosso estado. A intenção do evento é sensibilizar mais o cafeicultor para a importância da qualidade, não só para visibilidade do nosso estado, mas principalmente para a sua propriedade, pois trabalhando com qualidade seu produto será mais rentável”, explicou Cintia Nunes Salvador, analista-técnica do Sebrae.

O seminário faz parte das ações do projeto Cafeicultura de Rondônia, convênio nº 120/2016/PGE entre Sebrae e Governo do Estado, por meio da Superintendência de Desenvolvimento (Suder) e Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação (Seagri). O projeto, que atende a 300 produtores, iniciou em 2016 e terá duração de quatro anos. Durante esse período, cerca de R$ 6 milhões serão investidos na cafeicultura.

Segundo Ezequias Braz da Silva Neto, o Tuta Café, presidente da Câmara Setorial do Café em Rondônia, a meta da entidade é chegar a 2020 com a produção de 4 milhões de sacas.

“A produção do grão aumentou gradativamente no estado. Isso é fruto do investimento em tecnologia e manejo na lavoura feito pelo cafeicultor e pelo poder público. A nossa projeção é que a cada ano a colheita aumente cerca de 1 milhão de sacas”, estima Tuta.

Integrada ao seminário será realizada a cerimônia de premiação do II Concafé. O concurso elegerá o melhor café de Rondônia, e cerca de 150 cafeicultores se inscreveram para concorrer.

“O Sebrae irá patrocinar as passagens dos quatro ganhadores do concurso para que eles possam participar da Feira Internacional do Café, que será realizada em Belo Horizonte, Minas Gerais”, contou Cíntia.

A cerimônia de premiação do II Concafé e o Seminário Estadual do Café ocorrerão no dia 28 de setembro, a partir das 9 horas, com previsão de encerramento às 16h30. A expectativa dos organizadores é que 400 produtores participem do evento.

Fonte: 010 - Mário Antônio Veronese Varanda

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias