Quinta-Feira, 09 de Novembro de 2017 - 12:18 (Cidades)

L
LIVRE

PROJETO RONDON SE PREPARA PARA OPERAÇÃO TEIXEIRÃO EM RONDÔNIA

A Operação Regional Teixeirão, realizada pelo Projeto Rondon em parceria com o Governo de Rondônia, acontecerá de 18 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018, contemplará nove municípios do Estado e terá como Centro Regional a cidade de Porto Velho.


Imprimir página

A Coordenação do Projeto Rondon e os professores rondonistas estão em  Rondônia desde o dia 5 para a viagem precursora da Operação Regional Teixeirão. Nesse período – 5 a 10 de novembro – os professores rondonistas receberão diversas orientações e irão aos municípios em que trabalharão durante a operação para conversar com os prefeitos e secretários municipais e as lideranças locais, com os objetivos de fazer os ajustes necessários em suas propostas, buscando atender às reais necessidades das cidades, e verificar junto às prefeituras os locais de alojamento, alimentação e realização das oficinas durante a operação.

A Operação Regional Teixeirão, realizada pelo Projeto Rondon em parceria com o Governo de Rondônia, acontecerá de 18 de janeiro a 4 de fevereiro de 2018, contemplará nove municípios do Estado e terá como Centro Regional a cidade de Porto Velho.

Cada município receberá 18 Rondonistas, sendo 16 acadêmicos e 2 professores universitários de Instituições de Ensino Superior (IES) do estado de Rondônia.

MUNICÍPIO IES PARTICIPANTES
São Francisco do Guaporé Faculdade Metropolitana – Porto Velho
Alto Alegre dos Parecis UNIR – Porto Velho
Mirante da Serra FIMCA- Porto Velho
Theobroma FIMCA- Porto Velho
Vale do Anari FAAR – Ariquemes
Governador Jorge Teixeira FACIMED – Cacoal
Nova União FAAR – Ariquemes
Vale do Paraiso FARON – Vilhena

Assim, 138 rondonistas, de 7 IES trocarão o período de férias escolares pela chance de realizar, de forma voluntária, ações que contribuem para o desenvolvimento sustentável e ampliem o bem-estar de comunidades carentes, promovendo o desenvolvimento social e a melhoria na qualidade de vida em municípios do estado de Rondônia, por intermédio de ações que visam o intercâmbio de conhecimento entre as comunidades, estudantes e professores universitários.

Ainda participará da Operação uma equipe de Comunicação Social, com o objetivo de divulgar as atividades desenvolvidas pelas demais equipes, dando maior visibilidade as ações sociais realizadas pelos rondonistas e divulgando o Projeto Rondon como catalisador do desenvolvimento social sustentável.
Durante a operação, os rondonistas realizarão diversas atividades sobre os temas de comunicação, saúde, cultura, educação, meio ambiente, trabalho, tecnologia, produção, direitos humanos e justiça. Os estudantes trabalharão, prioritariamente, com agentes multiplicadores, tais como funcionários das prefeituras, professores, agentes de saúde e lideranças locais, o que permitirá maior retenção e disseminação dos conhecimentos a serem transmitidos por eles.

Projeto Rondon

Em julho de 1967, foi realizada a Operação Piloto, ou Operação Zero, que contou com a participação de 30 alunos e 02 professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Durante 28 dias, os Rondonistas realizaram trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no Território de Rondônia.

No entanto, o Projeto Rondon teve suas atividades encerradas no ano de 1989, retornando somente em janeiro de 2005, na cidade de Tabatinga, no Amazonas.

O Projeto Rondon é uma ação governamental que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior, visa a somar esforços com as autoridades municipais e as lideranças comunitárias, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável das comunidades assistidas.

Dessa forma, prioriza desenvolver ações que tragam benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com, a melhoria do bem estar social e a capacitação da gestão pública. Busca, ainda, consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

Em julho deste ano Rondônia foi sede da Operação “Rondônia Cinquentenário”, que trouxe para o estado 310 rondonistas de todo o país para, além de contribuir para a construção e promoção da cidadania, comemorar os 50 anos da primeira operação do Projeto Rondon.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias