Segunda-Feira, 11 de Junho de 2018 - 10:12 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

PORTO DE PORTO VELHO INTENSIFICA AÇÕES SUSTENTÁVEIS NA SEMANA DO MEIO AMBIENTE

Para a analista socioambiental da Hermasa, Siloneide Vieira, a programação serviu para intensificar todas as boas práticas que o porto público em conjunto com o que a Hermasa já desenvolve.


Imprimir página

As ações promotoras dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentáveis (ODS), da agenda Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, foram intensificadas no Porto de Porto Velho durante a Semana do Meio Ambiente, promovida pela Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (Soph) e Hermasa Navegações da Amazônia S/A. Na na sexta-feira (8), houve o encerramento da programação com a palestra sobre Fome Zero e Agricultura Responsável, do programa Mesa Brasil do Sesc com a participação de alunos do 3º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental São Pedro.

Para a analista socioambiental da Hermasa, Siloneide Vieira, a programação serviu para intensificar todas as boas práticas que o porto público em conjunto com o que a Hermasa já desenvolve. “A sustentabilidade é mais do que uma inspiração, é uma questão de ver as transformações através dessas ações”, afirmou.

É importante destacar que a empresa Hermasa é certificada na ISO 1401 e o porto possui o sistema de gestão ambiental e essa integração de esforços facilita no desenvolvimento das boas práticas que estão alinhadas aos ODS, composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. “Cada dia da semana foi priorizado um ODS, através das abordagens nas palestras e isso serviu para intensificar tudo aquilo que já é desenvolvido dentro do porto não apenas na semana do meio ambiente, mas é uma questão de trabalhar a gestão de boa governança e, assim, fazer acontecer as transformações, frisou a analista."

Durante a palestra, a nutricionista do programa, Valécia Miranda, falou sobre a atuação do Mesa Brasil no estado de Rondônia. “Trabalhamos a segurança alimentar e nutricional no combate ao desperdício do alimento através do reaproveitamento integral e total desse alimento, conscientizando a população principalmente os supermercados, os distribuidores e os agricultores, sobre o valor nutricional dos produtos que são jogados fora”.

Segundo a palestrante, aplicando as técnicas de aproveitamento de alimentos, nos produtos que geralmente são descartados ao lixo, estaremos de forma satisfatória, contribuindo para alimentar aquela população menos favorecida socialmente e dando um suporte nutricional adequado para que ela tenha uma qualidade de vida bem melhor.

Na sequência, os alunos realizaram o plantio de mudas de arvores nativas. A professora Ducilene Pereira, que acompanhou a ação, considera a oportunidade enriquecedora. “Só o fato deles participarem de uma atividade extraclasse já é um grande aprendizado e desperta uma percepção dos cuidados com o meio ambiente”, destacou.

O presidente da Soph, Leudo Buriti, encerrou a programação afirmando que as ações sustentáveis estão presentes no cotidiano da empresa.  “Trabalhamos com responsabilidade priorizando o que preceituam as dimensões da sustentabilidade, com ações contínuas de educação ambiental no poligonal portuário e com a comunidade do entorno”.

Fonte: 010 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias