Domingo, 17 de Agosto de 2014 - 12:46 (Colaboradores)

PONTE SOBRE O RIO MADEIRA/ABUNÃ, "SONHO" DE RONDONIENSES E NECESSIDADE DE ACREANOS

O que o ex-governador do Acre não disse é que seu partido o PT poderia ter feito essa obra em tempo recorde caso realmente quisesse para o benefício desse povo todo sofrido.


Imprimir página

Por Emerson Barbosa

Décadas e décadas passaram e a notícia da construção da ponte sobre o Rio Madeira-Abunã, em Rondônia com fins de finalmente ligar os Estados nortistas de Rondônia e Acre iluminam as páginas de jornais e tabloides, porém o que nunca acontece é o seu início para a felicidade de 2.554 milhões de habitantes, população correspondente aos dois Estados, situados, na Amazônia Legal. 

No final do ano passado e início deste ano foram realizadas várias reuniões e encontros com parlamentares da bancada federal junto a população dos dois Estados para falar da possível construção do acesso, o Ministério dos Transportes (MT) ouviu todos e após essas décadas finalmente concluiu que a ponte é uma necessidade para o desenvolvimento, principalmente do Acre que não tem ligação com o Brasil por terra sem passar por Rondônia. Ironicamente o governo Federal abriu os olhos a nossa 'necessidade', mas para os mais de dois milhões uma viabilidade econômica prioritária para a continuação dessas duas federações, na região Norte. 

Agora começa uma resposta ao senador pelo PT-AC Jorge Viana que nesse pequeno texto feito pelo mesmo na manhã de sábado (16) na sua página no facebook afirmou que o candidato a presidente pelo (PMDB) Aécio Neves errou ao seguir seus partidários ao colocar a obra como conclusão caso chegue a se eleger presidente do Brasil. Mas o que o ex-governador do Acre não disse é que seu partido o PT poderia já ter feito essa obra e em tempo recorde caso realmente quisesse benefíciando esse povo sofrido.

Senhor Jorge Viana, seu partido o PT esteve somados os oitos anos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e mais os quatro da presidenta Dilma Rousseff  somados chegam a 12 anos, exatamente, 12 anos e não foi tempo suficiente para o início e nem concretização da ponte sobre o Rio Madeira/Abunã ligando o seu Acre com o vizinho Estado de Rondônia, que apesar da proximidade pouco é visitado pelos senhores da 'caneta' nem mesmo para um café com as autoridades locais. 

Então, senhor Jorge Viana não confunda a cabeça de rondonienses e acreanos que acreditam todos os anos quando os senhores enfatizam 'finalmente' a realização dessa importante obra que 12 anos não foram tempo suficiente para que uma construção tão importante fosse pelo menos iniciada? 

Fonte: EMERSON BARBOSA

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias