Quinta-Feira, 12 de Abril de 2018 - 10:07 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: AINDA FALANDO EM ALE

Ocorre que o Ibama havia concedido a licença provisória e durante seis meses o reservatório operou na cota de 71,5 metros desmentindo a tal tragédia e creiam sem que ninguém reclamasse.


Imprimir página

FRASE DO DIA:

“É melhor que a defesa de Lula fique com os e-mails, porque quanto mais eu vou mais difícil fica a vida dele.”– Marcelo Odebrecht que entregou mais de 3 mil e-mails a Moro.

1-Troca-troca

Para cumprir um governo tampão de 9 meses, o ex-vice-governador Daniel Pereira está montando sua equipe e claro, com quadros com os quais se identifica ou com quem tenha compromissos políticos.

Para variar, gente do seu PSB – mesmo partido do Mauro Nazif – entra para substituir quem vai para a disputa eleitoral ou quem, pelo julgamento do novo governador, deva ceder espaço aosnovos contratados. É do jogo!

2-Volto à coluna de 03 de abril

Uma semana foi o tempo necessário para a solução de uma pendenga antiga entre a ALE e Usina Hidrelétrica de Santo Antônio. Nos dois próximos tópicos retorno ao tema publicado na coluna de 03 de abril para dizer que hoje o assunto ficou resolvido.

Fim de pendenga, cota aprovada, royaties e ICMS garantidos como garantidos também os R$ 51 milhões para nossas combalidas 51 prefeituras e prejuízo controlado para a Santo Antonio.   

3-Falando em ALE...

E o aumento da cota de 70,5 para 71,5 metros do reservatório da usina de S. Antonio? Pois é. Pedido feito para as 50 turbinas com energia estável já que seis são privativas de Rondonia e Acre, o governo estadual enviou o projeto de lei (102/2016) e começou a remar. Na audiência pública, a Sedam disse que as áreas que serão inundadas nas Unidades de Conservação ficarão como nas cheias do Madeira, ou seja, sem prejuízo ambiental. Mas os movimentos sociais emparedaram a ALE que levou o tema para a CCJ, já com o votos desfavoráveis de 4 deputados e de repente um deles interrompeu o processo pedindo que a usina esclarecesse suas dúvidas o que já ocorreu mas aí...

4-Ainda falando em ALE...

Dúvidas sanadas o deputado encanou que com a nova cota haveria uma tragédia para mundo. Ocorre que o Ibama havia concedido a licença provisória e durante seis meses o reservatório operou na cota de 71,5 metros desmentindo a tal tragédia e creiam sem que ninguém reclamasse.

Tem mais? Para reparar o dano uma proposta abraçada por ambos os lados: execução de investimentos da ordem de 31 milhões em Jacy Paraná e doação de R$ 51 milhões para os 51 municípios do estado, fora Porto Velho que recebe os royalties. R$ 1 milhão para cada prefeitura e 4 deputados travando. Projeto continua parado, a usina acumula prejuízo e nossos royalties escorrendo rio abaixo. 

5-Juntando as tribos

Fim da guerra entre todas as polícias? É difícil, mas o primeiro passo aconteceu. Um texto-base para o projeto que cria o Susp (Sistema Único de Segurança Pública) foi aprovado pela Câmara dos Deputados e altera bastante a estrutura de operação nas diversas áreas da segurança. Atuação coordenada dasunidades da PF, PRF, polícias Civil e Militar e compartilhamento de informações de União, estados, Distrito Federal e municípios é a tônica que ainda receberá ajustes antes de ir ao Senado. Taí... Gostei.

Sérgio Cabral que estava trancafiado em Curitiba volta ao Rio de Janeiro sua terrinha.Um dos argumentos para a mudança é que ele reside no Rio de janeiro local onde os seus processos tramitam.

Meu analista para assuntos de xilindró, o Zé de Nana, alerta para os casos de Fernandinho Beira Mar e Nem, dentre outros que estão fora de casa

Facebook Leo Ladeia II
leoladeia@hotmail.com

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias