Quinta-Feira, 11 de Janeiro de 2018 - 11:41 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: A FORÇA DA OPINIÃO PÚBLICA

A justiça rejeitou o recurso da AGU e da própria Cristiane para garantir sua posse.


Imprimir página

FRASE DO DIA:

“O alvo não é a Cristiane, sou eu. O PT não me perdoa. (…) Ela tinha uma reeleição garantida, agora virou a bruxa malévola de um motorista.”– Roberto Jefferson, na defesa da sua rebenta

1-A força da opinião pública

O caso Cristiane Brasil e sua nova faceta mostram como o brasileiro está irritado com o governo e com a classe política. A justiça rejeitou o recurso da AGU e da própria Cristiane para garantir sua posse.

O impedimento para que Cristiane se torne ministra é discutível, mas é inaceitável que ela, condenada pela justiça do Trabalho, assuma a pasta que cuida das relações trabalhistas. O povão chiou, os juízes ouviram e até Zé de Nana deu pitaco: “é como deixar milho seco pra bode cuidar”.

2-Queijo suíço

É só apertar que espirra do outro lado. Relatório da CGU indícios de irregularidade no pagamento de 31.055 auxílios, pensões e aposentadorias pelo INSS. Se tais fraudes forem comprovadas, o rombo mensal é de R$ 26 milhões ou para quem gosta de números substanciais, R$ 336 milhões por ano.

Claro que o rombo está sendo tapado com o nome de pedreiros, carpinteiros, armadores, defuntos e gente de poucas posses já que a maior parte dos casos é de acúmulo do pagamento de benefícios, principalmente auxílio-acidente e aposentadoria. As ratazanas não param nunca.

3-Alerta sobre transporte escolar

O diretor do Detran Hugo Correia está veiculando informações ao pais e responsáveis por alunos reforçando importância do cumprimento das leis de trânsito e mesmo quando se contrata uma van para esse tipo de serviço. Com o Hugo, o Procon alerta para que não se contrate empresa que tenha só o motorista no veículo escolar. É importante o monitor para cuidar das crianças e sobre a qualificação, Hugo lembra que exigências da lei são que o condutor deve ser maior de 21 anos, habilitado classe D, não ter cometido infração gravíssima ou reincidência em infrações médias um ano, ter o curso de especialização e aos pais cabe “observar o comportamento do seu filho, fazer perguntas todos os dias sobre como o motorista dirige e o que se conversa dentro do veículo”.

4-Por falar em Detran

Em entrevista para o Programa Leo Ladeia, Albuquerque, diretor do Detran disse ser possível que no futuro a guarda de veículos apreendidos deve ser terceirizada. Os custos são altos, a entrada de veículos é enorme, as saídas por resgate ou por leilões são muito abaixo do esperado e há um evidente prejuízo para os envolvidos, tanto pela degradação do bem exposto ao tempo, como pelo custo administrativo de controle, responsabilidade da guarda, manutenção de cadastro, etc.

5-Paz na PF

O contestado diretor-geral da PF ao que parece está dando a volta por cima e afastando dúvidas que se instalaram fruto da sua indicação por Sarney. Na CBN ele deitou o verbo e tocou um nervo exposto: “A PF está preocupada e acompanhando as facções criminosas no país. É um problema de segurança pública. Os governos fecharam olhos pra isso. Passaram por uma fase de negação. No início governos e policiais negaram. Depois não houve mais como esconder”.

Em busca da agenda perdida Segóvia indicou Márcio Anselmo ex-coordenador da Lava Jato para a divisão de crimes financeiros. Os dois não se bicavam desde a deflagração da Operação Boi Barrica contra Fernando Sarney, filho do imperador do Maranhão, o suprassumo que levou Segóvia a Temer.

6-Aproveitando o barro

Depois de ficar amassando barro no caso da Cristiane Brasil e sem saber como fazer, Temer deve seguir a técnica da Anaconda: submergir e aguardar. Com medo de perder no STF e com medo de perder os votos do PTB, aproveitou o barro dos pés para construir um puxadinho com telhado para as chuvas futuras. Antes de trocar os ministros, o que vai começar a ocorrer, quer pente fino na vida de quem for indicado. Para Zé de Nana “parece coisa de ladrão querendo contratar vigia.”

leoladeia@hotmail.com
Facebook Leo LadeiaII

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias