Segunda-Feira, 17 de Julho de 2017 - 15:48 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

PERVERSO: APÓS SER SURRADA, MÃE E FILHA DE OITO ANOS SÃO ESTUPRADAS NA ZONA SUL DA CAPITAL

A criança é portadora de necessidades especiais (deficiência mental e motora).


Imprimir página

Porto Velho, RO- Uma perversidade ocorreu durante o final de semana na capital. Uma mulher de 26 e uma criança de 8 anos foram vítimas de um crime que deixa marcas eternas, o estupro. O caso ocorreu no bairro Conceição, zona sul da capital. O acusado é amásio da mulher e consequentemente padrasto da criança é portadora de necessidade especiais (deficiência mental e motora).

Mãe e filha estava na residência, quando o suspeito identificado como, Rud G.R 31 anos, começou a ingerir bebida alcoólica, na companhia do vizinho. Por volta de 01h da manhã, Rud foi até a cozinha e de posse de duas facas obrigou a esposa, para que a mesma ingerisse bebida alcoólica. Em ato contínuo, o suspeito começou a sessão de espancamento contra a amásia, não contente, ele obrigou que a vítima mantivesse relação sexual (anal e vaginal).

Após a barbárie, Rud não se contentou apenas de estuprar a amásia, e de posse de um copo de bebida alcoólica (cachaça) ingeriu a força na boca da criança. Fora de si e com uma faca na mão, Rud colocou a faca no rosto da amásia e ordenou que ela despisse a criança. A mãe da criança afirmou que após isso, Rud manteve relação sexual com a criança.

Por volta das 9h Rud então foi dormir, e neste momento a amásia acionou a Polícia Militar. Os policiais quando chegaram na residência encontraram o suspeito deitado na cama ao lado da criança, onde foi dada voz de prisão ao mesmo. Rud reagiu a prisão e os policiais tiveram que usar de força moderada para conter o suspeito.

O suspeito foi apresentado na Central de Flagrantes onde foi confeccionado o boletim de ocorrência de estupro a criança. A vítima foi socorrida até a Unidade de Pronto Atendimento da Zona Sul, e após ser atendida por uma médica, foi constatado que a criança estava com escoriações na vagina e boca. A médica então encaminhou a criança até o Hospital Cosme e Damião, onde ficou internada sob observação médica.

PASSAGENS PELA POLÍCIA

Através da polícia, a equipe de reportagem conseguiu informações que Rud possui várias passagens pela polícia. Entre elas pode-se destacar, lesão corporal, ameaça (violência doméstica), vias de fato e recaptura de foragido.

Fonte: Anderson Nascimento - Newsrondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias