Sexta-Feira, 10 de Novembro de 2017 - 16:10 (Colaboradores)

L
LIVRE

O PSDB VOLTA A ENTRAR EM CRISE – POR DANIEL MARTINS

E isso tudo sem falar do Aécio, que mesmo afastado da presidência do PSDB desde maio, quando foi citado na delação premiada do Joesley Batista, chegou com os dois pés nos peitos de Tasso Jereissati e o destituiu da presidência do partido.


Imprimir página

Eu já disse isso em outros textos e para amigos, o PSDB sempre entra em crise profunda em ano de véspera de eleição presidencial e esse ano não está sendo diferente, mais uma vez o PSDB tem crise porque todos querem chegar à presidência da República. Nessa brincadeira já perderam quatro eleições, Serra perdeu para Lula em 2002, Alckmin perdeu para Lula em 2006, Serra perdeu para Dilma em 2010 e Aécio perdeu para Dilma em 2014.

Dessa vez a crise é maior ainda, pois tem Aécio Neves completamente sem moral e voltando ao senado e a ‘‘presidência’’ do partido quebrando a banca e sem falar nas farpas trocadas pelos prefeitos de Manaus, Arthur Neto e de São Paulo, João Doria, ambos buscando chegar à presidência da República e até ontem, tinha Geraldo Alckmin que disse que não virá mais, segundo as bocas pequenas e as informações mais próximas, Alckmin chegou a dizer que quer Doria como candidato ao governo de São Paulo e Arthur Neto a presidência, pois ele sabe que Neves e Serra estão completamente queimados.

Aí Doria fala de São Paulo e Arthur se ofende em Manaus e Arthur fala lá de Manaus e Doria se ofende em São Paulo, no final das contas não vão chegar a lugar nenhum, pois era para estarem unidos e ajudar o povo a se unir, mas eles rachados, passa uma péssima imagem e o povo vai acabar fazendo o que fez nas ultimas quatro eleições, votar em petralhas.

E isso tudo sem falar do Aécio, que mesmo afastado da presidência do PSDB desde maio, quando foi citado na delação premiada do Joesley Batista, chegou com os dois pés nos peitos de Tasso Jereissati e o destituiu da presidência do partido.

Aí vem o Alckmin e diz que isso não contribui para união do partido, lógico que não, isso faz ficar ainda pior, já que quando chegar às eleições da presidência da legenda em dezembro o senador Aécio Neves vai apoiar Marconi Perillo de Goiás e Alckmin queria Tasso Jereissati, que já lançou sua candidatura.

Aí para completar esse carnaval de desentendimentos o PSDB ainda tá rachado com o governo do Presidente Michel Temer; traduzindo, tem gente querendo ficar no governo e outros querendo desembarcar e isso lógico que desgasta e a imagem do partido e Aloysio Nunes disse hoje uma coisa que eu achei muito sábia e principalmente ele admitir isso ‘Desse jeito, vamos dar a Presidência a Lula’. Bingo ministro, o senhor disse exatamente o que eu venho dizendo há anos nos textos, que o PSDB recha e mais uma vez vão perder as eleições, pois um partido rachado ninguém quer e mais uma vez o PSDB será o principal cabo eleitoral do Lula e do PT, lamentável, mas essa é a realidade. Acordem Tucanos ou vão passar mais anos chorando, pois oposição vocês não sabem fazer e governo não sabem ganhar, tá feia a coisa.

Por Daniel Martins/ Blog do Daniel

Fonte: DANIEL MARTINS - NEWS RONDÔNIA

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias