O IMPEACHMENT QUE ASSOMBRA DILMA – POR DANIEL MARTINS - News Rondônia O segundo temor de Dilma, é que na Lava Jato seu nome venha ser estampado, pois se isso acontecer, ela não terá chance, e ela sabe que todos vão querer sua cabeça, inclusive o vice-presidente, que vai dar um de camarada dizendo para ela renunciar antes de ser cassada.

Porto Velho,

Domingo , 05 de Julho de 2015 - 11:20 - Colaboradores


 


O IMPEACHMENT QUE ASSOMBRA DILMA – POR DANIEL MARTINS

O segundo temor de Dilma, é que na Lava Jato seu nome venha ser estampado, pois se isso acontecer, ela não terá chance, e ela sabe que todos vão querer sua cabeça, inclusive o vice-presidente, que vai dar um de camarada dizendo para ela renunciar antes de ser cassada.

ImprimirImprimir página

A presidente Dilma Rousseff ainda não tinha visto o risco de perder seu mandato, mas agora impeachment assombra a presidente, o país em crise, a inflação nas alturas, as contas rejeitadas, sua popularidade em baixa, mas baixa mesmo e para completar, o vice-presidente Michel Temer que também é articulador do governo, está articulando, mas com o PSDB, para assim ter o apoio dos tucanos para manter-se presidente, se assim Dilma cair.

Dilma está ‘‘correndo da sala para cozinha’’ dependendo do ajuste fiscal, para equilibrar a economia e voltar a estar de bem com a vida com o povo brasileiro, esse que está perdendo a paciência com ela, para falar a verdade, até Lula já perdeu, imagina o povo.

O segundo temor de Dilma, é que na Lava Jato seu nome venha ser estampado, pois se isso acontecer, ela não terá chance, e ela sabe que todos vão querer sua cabeça, inclusive o vice-presidente, que vai dar um de camarada dizendo para ela renunciar antes de ser cassada.

A queda na popularidade tira ainda mais Dilma do sério, afinal, presidentes antecessores governaram o país em situação de risco, mas não tiveram quedas alarmantes.

A economia brasileira é a maior da America Latina, mas está passando por uns ‘‘maus bocados’’ Se nós formos falar de desemprego, aí a coisa fica preta para o lado da presidente, segundo ela em sua campanha, o país não teria desemprego se ela mantivesse o cargo, mas a taxa de desemprego subiu. 6,75% em maio, e Dilma se ver na obrigação de controlar isso, claro que não estamos tão ruins, pois não estamos nem perto da Grécia ou Venezuela, mas estamos no desequilíbrio parecido com o dar nossa vizinha Argentina. Traduzindo, isso não é nada bom nem para o Brasil e muito menos para a presidente.

Sem falar que Dilma anda só agora, pois para ela funciona aquele dito popular. ‘‘Mas antes só, do que mal acompanhada.’’ Digo isso porque ela não conta com a ajuda do ex-presidente Lula, pois ele também não está em uma boa fase, Lula vem amargando seu nome e o nome do seu querido partido e amigos e aliados na operação lava jato. Isso também contribuiu muito para a queda da popularidade de Dilma.

Com tudo isso acontecendo, já tem gente no Congresso Nacional articulando para pedir a cabeça da presidente, que agora de fato está com medo desse fantasma que até o panelaço ou as manifestações, não o assombrava.

Por Daniel Martins - Blog do Daniel

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Daniel Martins

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt