Terça-Feira, 20 de Fevereiro de 2018 - 13:23 (Geral)

L
LIVRE

NÚCLEO DE SUSTENTABILIDADE RECOLHE PAPEL NAS UNIDADES DO TJRO

A ideia é repetir a coleta periodicamente, por isso o apelo a magistrados e servidores que separem papéis que não serão mais utilizados para a reciclagem.


Imprimir página

Começou nesta segunda, dia 19 de fevereiro, a coleta seletiva de papel nas unidades do Poder Judiciário da capital em mais uma iniciativa dentro do Plano de Logística Sustentável, o PLS. O trabalho continua nesta terça, dia 20, nos Fóruns Cível e Criminal e no Juizado da Infância e da Juventude. A ideia é repetir a coleta periodicamente, por isso o apelo a magistrados e servidores que separem papéis que não serão mais utilizados para a reciclagem.

coletaseleta2Um acordo firmado com uma Associação de Catadores de Porto Velho tornou possível reativar a coleta de resíduos sólidos, em caráter de estudo. O Tribunal já fez coleta seletiva antes, mas havia suspenso a iniciativa por não ter destinação correta dos resíduos.

O Núcleo de Gestão Socioambiental do TJRO começou pelo papel, impressos não mais utilizados, documentos e publicações vencidos da capital. O trabalho será estendido posteriormente para o interior do Estado. Com isso, o TJRO espera colaborar não só com a preservação do meio ambiente, mas também da geração de emprego e renda de pessoas em situação de vulnerabilidade, cumprindo, assim, com suas responsabilidades institucionais de sustentabilidade ambiental e social.

A campanha intitulada “Desapega”, diz respeito aos papéis guardados, mas propõe também uma mudança de comportamento no cotidiano, ao invés de amassar e jogar o papel no lixo, é preciso separar, caso seja sigiloso, triturar e depois entregar para a reciclagem. O reaproveitamento gera economia e bons frutos para o planeta.

Por outro lado, é também importante pensar no uso racional do papel. Num mundo cada vez mais eletrônico, imprimir nem sempre é necessário. Por isso, o Tribunal conta mais uma vez com a atitude de todos para a redução do uso de papel e a coleta seletiva do recurso que é o maior gerador de resíduos pela instituição. Felizmente é, ainda, o que possui o maior valor agregado para o aproveitamento por meio da reciclagem, daí a importância da destinação correta: o reaproveitamento.

Fonte: 010 - tjro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias