Quinta-Feira, 19 de Abril de 2018 - 17:57 (Política)

L
LIVRE

NOVOS NOMES DESPONTAM COMO RENOVAÇÃO NA POLÍTICA RONDONIENSE

Médico Luiz Ferrari surpreendeu políticos de carreira e surge como novidade entre as pré-candidaturas a deputado estadual.


Imprimir página

Nas últimas pesquisas de intenção de voto para deputado estadual em Rondônia, um nome tem chamado atenção entre os primeiros colocados: Dr. Luiz Ferrari.

 A novidade logo despertou interesse dos políticos tradicionais, que se questionavam como uma pessoa sem nenhum mandato anterior poderia despontar nos primeiros lugares, ao lado de nomes carimbados do meio político no estado.

Tímido, Dr. Luiz Ferrari desconversa sobre o assédio que vinha sofrendo de políticos de todas as agremiações, até quando finalmente aceitou o desafio de se lançar pré-candidato e se filou ao Partido da República – PR.

“Muita gente incentivava que eu entrasse na política, pra ampliar o trabalho da associação. Não foi uma decisão fácil, mas acho que realmente só através da política é que a gente consegue fazer o projeto crescer e ajudar cada vez mais pessoas”, admite ele.

O projeto a que o médico se refere, é a Associação Dr. Luiz Ferrari, uma organização sem fins lucrativos que tem levado atendimento médico e exames às populações mais carentes de Porto Velho, Rolim de Moura e a Zona da Mata. O projeto começou pequeno, com um grupo de médicos atuando nos finais de semana, e hoje já conta com quase uma centena de colaboradores de diversas áreas de atuação.

“Nesses 3 anos realizamos mais de 15 mil consultas médicas com especialistas em clínica geral, cardiologia, dermatologia, ortopedia, ginecologia, fisioterapia, psicologia e mais de 20 mil exames laboratoriais, entre outros, totalmente gratuitos pra população”, orgulha-se Nascido em Rolim de Moura, Ferrari foi da primeira turma de medicina da Unir, e depois se especializou em anestesiologia em Cuiabá. Ao retornar ao estado, desenvolveu uma obsessão: trabalhar com medicina preventiva.

“Tratar as pessoas com hipertensão, diabetes, colesterol alto, por exemplo, é infinitamente mais barato e mais vantajoso pra população do que esperar que ela tenha um infarto, um derrame ou tenha que amputar o pé, como eu vejo diariamente no João Paulo II. Eu não consigo aceitar que o poder público não tenha tratado essas pessoas lá atrás, não tenha feito o acompanhamento adequado, e tenha deixado os pacientes evoluírem pra quadros irreversíveis. Isso tem que mudar”, desabafa ele.

Sobre política, diz que vem recebendo apoio de muitas pessoas à sua pré-candidatura, e acredita que os eleitores realmente vão buscar a renovação.

“É preciso dar uma oxigenada na política brasileira, trazer novos nomes, com novas ideias, com gás pra trabalhar. Isso vai ser bom para o país, vai ser bom pra Rondônia, e vai ser bom até mesmo para os políticos tradicionais, que vão receber uma injeção de ânimo vinda dos novatos. Os bons políticos, né!”, ressalta o médico.

E pela sua expressiva popularidade nas redes sociais, ainda vamos ouvir falar bastante do Dr. Luiz Ferrari.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias