Quinta-Feira, 28 de Setembro de 2017 - 12:43 (Tecnologia)

L
LIVRE

NOVO SITE DO TJRO CENTRALIZA SERVIÇOS JUDICIAIS PARA FACILITAR O ACESSO

Outro destaque é a acessibilidade


Imprimir página

O novo portal do Poder Judiciário, que entra no ar no dia 2 de outubro, terá maior facilidade de acesso aos sistemas judiciais, o carro chefe dos serviços oferecidos aos usuários virtualmente. A equipe que construiu o novo site reclassificou e agrupou todos os serviços da área jurídica numa única aba. No site antigo essas informações e acessos eram pulverizado em várias caixas diferentes. Com a mudança, fica mais fácil e intuitivo o acesso, além de ser autoexplicativo.

Com apenas um clique na aba “serviços judiciais”, na página principal, será possível, por exemplo, entrar no banco nacional de mandados, obter uma certidão negativa online, certificar um documento ou um boleto bancário. Acompanhar precatórios, cadastrar processo no sistema push ou ainda se informar sobre uma atualização monetária em processos, está tudo ali. Praticidade e tecnologia a serviço da Justiça, além de facilitar a navegação e evitar cliques desnecessários.

No portal atual, 57% do conteúdo visto por advogados são originários da sala do advogado, 43% e originários de outras áreas, como Secretaria Judiciária, página inicial ou portais. "Com o novo site, todos os serviços de interesse de promotores, procuradores, defensores e advogado estarão em apenas uma porta de entrada: o botão intitulado serviços judiciais", destacou a juíza Silvana Freitas, coordenadora do comitê do site, órgão de gestão do novo portal.

Acessibilidade

Outro aspecto norteador do projeto de modernização do site do TJRO é o respeito aos padrões de acessibilidade. Já no topo da página a frase “Este site possui recursos de acessibilidade para web visando a inclusão e autonomia de todas as pessoas”, que pode ser ouvida por cegos ou pessoas de baixa visibilidade quando acessado pelo programa específico (talk back). O mesmo recurso pode ser utilizado nas fotos apresentadas nas notícias sobre o Poder Judiciário, graças à descrição da legenda.

O desenvolvimento do layout do novo site também levou em conta essa premissa, que buscou utilizar botões com grande área para o clique, a fim de facilitar a navegação para pessoas com pouca mobilidade. O contraste simples de cores e o tamanho de fontes são outros aspectos essenciais para garantir a acessibilidade.

“Muitas vezes optamos por não utilizar elementos que ficariam esteticamente agradáveis, em razão de não serem acessíveis. Porém acredito que chegamos a um bom equilíbrio entre a garantia do direito e visual atrativo”, explicou a juíza.

Aliás, essa cara nova torna a apresentação do Poder Judiciário na internet mais dinâmico e amistoso, tornando a experiência de navegação bem mais simples e eficiente, atingindo mais rápido o objetivo almejado pelo usuário. Portais da Emeron, Corregedoria, Servidores e Magistrados acompanham esse formato mais leve e funcional.

Fonte: 010 - tjro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias