Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2013 - 21:33 (Colaboradores)

NOBEL MOURA DIZ QUE O IRMÃO GOVERNADOR DESPREZA A SAÚDE E PARA OUTROS, SÓ PENSA NA REELEIÇÃO MESMO COM APOIO DE FICHAS-SUJAS

O inquilino palaciano, depois da sua eleição, foi muito claro com suas pretensões nessas áreas a assessores coordenados pelo cunhado Francisco Assis ao defini-las como ‘máxima prioridade’ para a sua administração.


Imprimir página

Ariquemes, Rondônia – A escolha da região Centro-Sul do Estado, como primeiro destino regional e em um segundo momento, a Capital Porto Velho, do Governador rondoniense Confúcio Moura, na tentativa de se reeleger, pode não ter sido furtuita para o Palácio Presidente Vargas.

- Dito e feito, afirma um antigo colaborador do irmão do governador, Nobel de Moura, que denuncia ‘o caos na saúde na cidade governada pelo PMDB’.

Segundo ele, ‘o sistema por aqui, creiam, deveria funcionar de verdade’. Porque Confúcio é médico, ganhou dinheiro de garimpeiros, além de ter sido um dos mais exímios aparadores [parteiros] de bebês recém-nascidos.

SAÚDE NO CAOS - As críticas de Nobel repercutem avassaladoramente e podem ganhar os ninhos de opositores confessos do Governo em busca de ‘um salvador do Estado de Rondônia’, prevêem antigos partidários peemedebistas que engrossam fileiras do DEM, PSD, PTB e dos partidos comunistas não-alianhados aos 19 deputados que votam com ele na ALE-RO.

Os problemas da saúde, educação e da segurança pública até aqui não têm decolado. A saúde, especialmente, pois, ‘se em Ariquemes é deficiente, a falta de equipe médica especializada, associada à falta de medicamentos, vem se alastrando por toda a rede estadual’.

COSTURA PRA FORA - Sobre a fragilidade do Governo nas áreas de saúde, educação, segurança pública, agricultura familiar, meio ambiente, mineração, transportes, serviços e funcionalismo, analistas já consideram ‘mais que cabíveis que o Ministério Público, sempre vigilante à aplicação da lei, impetre ações de improbidade contra o inquilino do Palácio Presidente Vargas.

Para outros, esses setores iriam bem se, verdadeiramente, o Governo fizesse cortes reais em setores não essenciais à população, uma vez a maioria das promessas feitas pelo ainda inquilino palaciano ‘são simplistas’. Outros defendem o enxugamento da base aliada na SEDAM, SETUR, SEAD, SEDES, SEDUC, SESAU, SUPEL, Regionais, Representação de Governo e do Gabinete para os municípios com o fim da elevação de gastos com propaganda.

Como contribuição ao próprio Governo, Confúcio ao manter um blog na Internet, na visão de analistas ligados a ALE-RO, ‘fez jus ao papel de opositor fogo amigo’. Ele próprio detonava seus auxiliares, pelo menos, 10% deles foram substituídos cujos cargos foram entregues aos grupos aliados de Carlão de Oliveira, Walter Araujo e Ivo Cassol.

Xico Nery É Produtor Executivo de Rádio, Jornal, TV, Repórter Fotográfico e CONTATO de Agências de Notícias de Notícias nas Amazônias, Países Andinos e Bolivarianos.   

Fonte: XICO NERY

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias