Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017 - 16:23 (Colaboradores)

L
LIVRE

MULTAS POR USO DE TELEFONE CELULAR NO TRÂNSITO SOBEM EM RONDÔNIA

O desrespeito dos motoristas com a sinalização tem contribuído para o aumento dos acidentes. Muitos deles acabam com vítimas fatais.


Imprimir página

Na Avenida Percival Farquhar os pedestres foram alertados pelos guardas de transito da importância de atravessar a rua pela faixa de pedestre. “É sempre importante para evitar os acidentes”, comenta a servidora pública, Terezinha Cunha. A servidora pública aproveita o momento para também deixar o seu alertar, que vai para os motoristas que insistem em desacatar a lei.

A funcionária pública tem toda razão. O desrespeito dos motoristas com a sinalização tem contribuído para o aumento dos acidentes. Muitos deles acabam com vítimas fatais.

“O Dentran não somente na Semana Nacional de Trânsito, mas durante todo o ano realiza campanhas com o objeto de reduzir os acidentes nas estradas brasileiras”, comenta o diretor geral adjunto do órgão, Antônio Rebelo.

Do outro lado da história os motoristas dão a sua versão. De acordo com eles: os pedestres pisam na faixa e sem sinalizar com o braço atravessam instintivamente. O certo é que a conscientização tanto do motorista quanto do pedestre é fundamental para um transito seguro nas ruas.

Para alertar os motoristas o conselho nacional de transito lançou na segunda-feira mais uma campanha nacional. Nesta edição o tema é “minha comunidade faz toda a diferença no trânsito”. O trabalho de conscientização se estende pela semana em todo o estado.

O andar desnorteado, e normalmente de cabeça baixa nas calçadas pode acabar, no máximo, em um esbarrão. Agora, quando esse uso obsessivo do celular ultrapassa outro ambiente, os riscos são graves. O trânsito, um "esbarrão" pode terminar na morte de alguém. Segundo o Detran o número de multas por conta dessa infração tem aumentado em Rondônia.  

“E dito de forma taxativa sobre a proibição e os males que causam a utilização do uso do aparelho de telefone celular no trânsito”, esclarece o diretor geral adjunto do Detran.

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias