Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018 - 15:39 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

MOTOQUEIRO DETIDO POR DESACATO DIZ QUE SUA PRISÃO FOI MOTIVADA POR HOMOFOBIA

Motociclista foi abordado empurrando moto em via pública


Imprimir página

Vilhena, RO - Para coibir e prevenir a prática de possíveis atos atos infracionais ou até mesmo crimes,  é comum e faz parte do trabalho rotineiro da Polícia Militar (PM) a abordagem de pessoas, entretanto, há quem não goste.

Neste domingo (19), por volta das 5h20 policiais militares fizeram abordagem a um jovem de 23 anos que empurrava uma moto pela avenida Marechal Rondon, altura do bairro 5º BEC. Ao ser perguntado o rapaz informou que o veículo era de propriedade de uma irmã, mas em consulta junto ao sistema do Detran a polícia identificou través da placa que a motocicleta é registrada em nome de um homem, Edvaldo Ramos.

Questionado, o motociclista não gostou e discutiu sobre a legalidade da abordagem dizendo que não conduzida nenhum veículo, apenas o empurrava. Porém, ao ser informado que a manual de trânsito brasileiro confere às autoridades policiais o direito de abordar qualquer cidadão que esteja com um veículo em via pública, o motoqueiro passou a insultar os militares e acabou preso por desacato.

Já durante o trajeto até a delegacia o detido disse que sua prisão foi motivada apenas por ele ser homossexual e acusou os militares de serem homofóbicos. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil.

Fonte: 010 - vilhenanoticias

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias