Terça-Feira, 15 de Agosto de 2017 - 15:33 (Agronegocios)

L
LIVRE

MONITORAMENTO REDUZ OCORRÊNCIAS POLICIAIS EM MAIS DE 90% DURANTE 19ª EXPOAC

Nenhuma ocorrência mais importante foi registrada no parque durante a exposição agropecuária.


Imprimir página

A primeira exposição agropecuária de Cacoal monitorada por câmeras da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) produziu bons resultados, conforme balanço parcial feito pela Associação Rural de Cacoal (Arca) organizadora do evento.

Nenhuma ocorrência mais importante foi registrada no parque durante a exposição agropecuária. A exceção foi a prática de estelionato (jogo das tampinhas), com os autores presos; tentativa de um grupo de adentrar ao parque cortando o arame farpado de segurança para pular o muro foi observada imediatamente por monitores da Sesdec. Medidas foram tomadas após o coordenador do sistema em Cacoal, capitão PM Ronnie, pelos monitores, verificar a ação dos infratores, e informar aos organizadores sobre a tentativa.

A presença da Sesdec na 19ª Expoac com contêiner em forma de estande e o micro-ônibus com o monitoramento móvel tinha como objetivo principal, além de monitorar o evento, fazer demonstração a populares e imprensa em geral quanto à importância do videomonitoramento na cidade como ferramenta para reduzir os índices de criminalidade.

O sistema de videmonitoramento de Cacoal é referência em Rondônia. Desde que implantado há pouco mais de um ano, reduziu a criminalidade em cerca de 90%, nas áreas onde 11 câmeras foram instaladas, o que representa 60% de toda área urbana da cidade. Para se chegar a 100%, o projeto prevê entre 25 e 30 câmeras.

Em visita a Cacoal, no final de semana, o secretário de segurança, Lioberto Caetano, informou em entrevista a imprensa, que a princípio, mais quatro câmeras serão instaladas na cidade, resultado de parceria com a Acic – Associação Comercial de Cacoal.

“A decisão de aumentar a área de cobertura foi tomada porque a parceria da Sesdec e Acic com a sociedade de Cacoal tem dado muito certo, e precisa continuar”, disse o secretário. Ele reafirmou o compromisso de monitorar todas as cidades em que prefeituras, associações comerciais e sociedade em geral queiram se integrar. A ideia é implantar o videomonitoramento nos 52 municípios do Estado, ressaltou o secretário.

“Em Cacoal, há bairros em que a população se reuniu, fez o rateio para comprar as câmeras, e cedeu para o sistema. Isso nos anima muito”, afirmou o coronel PM Gonçalves, coordenador estadual do Videomonitoramento. Juntamente com subcomandante geral da PMRO, coronel Clairton, e o tenente coronel Iago, comandante do Quarto Batalhão da Polícia Militar em Cacoal, Gonçalves se reuniu na quinta-feira (10) com a diretoria da associação comercial da cidade para tratar do assunto.

A presidente da associação, Daniela Bianchini, fez ponderações sobre a importância da manutenção dos equipamentos, e reiterou apoio da classe empresarial para ampliar o sistema em parceria com a Acic e outras instituições públicas e privadas.

Fonte: 010 - SECOM/GOV-RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias