Sexta-Feira, 20 de Julho de 2018 - 11:34 (Cultura)

L
LIVRE

MOCIDADE JUNINA ESTÁ COM TODO GÁS PARA A 37° FLOR DO MARACUJÁ

Os ensaios mostram a animação dos participantes.


Imprimir página

Animação corre solta nos ensaios da quadrilha mocidade junina na zona sul da capital. A quadrilha se prepara para conquistar mais um título no arraial flor do maracujá em Porto Velho que está na sua 37° edição este ano.

– e o sertão vai virar mar? Vai sim senhor!.

A quadrilha mocidade junina foi criada em 2006 e teve sua primeira apresentação no Flor do Cacto. Os integrantes este ano estão com todo gás para arrebentar na apresentação da Flor do Maracujá, os ensaios mostram a animação dos participantes.

Rodrigo Cerdeira, presidente mocidade explica que a mocidade junina pretende passar ao público uma musicalidade com o tema ‘o sertão vai virar mar’.

“Nos buscamos e optamos por esse tema, pela fartura de informações que ele traz a respeito das nossas juninas aqui no Brasil, a do nordeste e até mesmo do norte, porque a gente consegue inserir todos os personagens dentro desse tema”, explicou rodrigo.

Tudo isso será mostrado com passos sincronizados, coregrafia, adereços, cenário, muito brilho, e um ritmo que vai balançar a galera. A campeã de 2017 quer manter o título este ano. Com figuras conhecidas do folclore, os personagens lampião e maria bonita entram em cena com seus cangaceiros e muito folego para animar o publico.

A mocidade junina também vem com um diferencial, modernizou e deixou para lá os famosos arrasta pés, incorporou a dança com passos marcados, evoluções e apresentação dos diversos personagens.

A quadrilha vai se apresentar no penúltimo dia da Flor do Maracujá no dia 4 de agosto, às 21h30m e terá 50 minutos para exibição e promete novamente ser campeã.

Confira a reportagem completa

Fonte: 010 - diariodaamazonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias