Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2018 - 16:22 (Cidades)

L
LIVRE

MOBILIZAÇÃO CONTRA LIXÕES IRREGULARES TEM ALTO CUSTO; POPULAÇÃO DEVE DENUNCIAR

O trabalho é também para a retirada do lixo acumulado em alguns pontos e uma forma de envolver a população para que ajude a fiscalizar e coibir pessoas a jogarem lixo às margens das vias. Só em um dos locais onde o lixo foi retirado, mais de 30 toneladas foram coletadas.


Imprimir página

Mobilização em prol do combate à destinação irregular de lixo em Cacoal foi iniciada na manhã desta quarta-feira (31) com a participação de várias secretarias da Prefeitura Municipal. O trabalho é também para a retirada do lixo acumulado em alguns pontos e uma forma de envolver a população para que ajude a fiscalizar e coibir pessoas a jogarem lixo às margens das vias. Só em um dos locais onde o lixo foi retirado, mais de 30 toneladas foram coletadas.

Máquinas e pessoal das secretarias de Obras (Semosp) e Meio Ambiente (Semma) iniciaram a retirada do lixo nas proximidades do Beira Rio por volta das 8 horas. Os secretários Francisco Nóbrega e Leandro Chagas, respectivamente da Semosp e Semma, participaram das ações, que serão realizadas ainda nas proximidades da Linha 208, Cemitério da Linha 6, Setor Industrial, Unir e Araçá.

Ranieri de Lima Lins, fiscal de Meio Ambiente da Prefeitura de Cacoal, um dos técnicos que acompanhavam os trabalhos, disse que a Semma possui em seu quadro de pessoal profissionais capacitados para que a problemática do lixo em Cacoal seja resolvida. Na opinião do técnico, a aplicação da legislação e sanções legais são inevitáveis para combater esse tipo de ação.

Outro servidor da Semma, Sidcley Sotele, entende que jogar lixo em locais impróprios acarreta muitos prejuízos ao município, já que as máquinas e pessoal que estavam sendo utilizadas poderiam estar prestando outro tipo de atendimento à população, além de que os custos só com a retirada das 30 toneladas de lixo nas proximidades do Beira Rio custarão em torno de R$ 60 mil, já que todo o lixo é levado ao aterro sanitário. Os custos serão ainda maiores, já que há outros pontos onde há lixo depositado de maneira irregular por alguns moradores.

Todos os envolvidos na ação de retirada de lixo pedem que a população colabore, ajudando a fiscalizar quem joga lixo nesses locais e que denunciem, como forma de contribuir com o desenvolvimento do município.

Fonte: 010 - assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias