Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017 - 15:23 (Esportes)

L
LIVRE

MEDALHA DE OURO NOS JOGOS ESCOLARES DE RONDÔNIA, ESTUDANTE SONHA COM CARREIRA NO ESPORTE DE ALTO RENDIMENTO

Aos 16 anos e com o apoio da família, Geisiane Fiorotti já planeja o futuro no futsal. Habilidade e técnica com a bola ela já provou que tem de sobra.


Imprimir página

A menina foi a artilheira no futsal da equipe da escola estadual Risoleta Neves, de Porto Velho, campeã nos Jogos Escolares de Rondônia (Joer), em Porto Velho.

Fiorotti iniciou no futsal aos sete anos de idade por influência do pai logo quando entrou para escola, em Vale de Paraíso, região Central de Rondônia. Desde então não largou mais o esporte. “O Joer é um evento motivador. Sempre fomos bem sucedidas nas competições infantis. Isso me incentivou a ir mais longe”, disse a garota, considerando a competição escolar como sendo uma vitrine para os atletas. Ainda na fase infantil, ela foi medalha de prata por dois anos consecutivos, em 2014 e 2015.

Este ano Geisiane Fiorotti deixou a família no interior e se mudou para capital, onde treina regularmente o esporte almejando um futuro de sucesso. “O futsal é uma paixão. Mudei para Porto Velho em razão das oportunidades de me dedicar ao esporte de alto rendimento”, disse a atleta, vislumbrando se integrar a alguma grande equipe brasileira e agradecida aos pais e técnicos pelo apoio que vem recebendo.

A mãe, a dona de casa Gilmara Fiorotti, admite que ficar longe da filha não é fácil. Por outro lado, apoia e incentiva a decisão de Geisiane em conduzir a própria trajetória profissional. “Ainda estou superando essa ruptura”, disse Gilmara, apostando que a filha “esteja no caminho certo e também está sendo bem cuidada pela equipe técnica na capital”.

Geisiane treina na Associação de Desportos Reunidos Celestino Souza (Asderecel), instituição filantrópica atuante na área desportiva, que, em média, revela um talento por ano e já encaminhou aos grandes clubes nesses 15 anos de existência.

 “Sem dúvida alguma ela é uma atleta em potencial ao esporte de alto rendimento”, admite o diretor da Asderecel, professor Celestino Souza, ao elogiar a revelação da atleta ocorrida no novo formato do Joer implantado pelo governo estadual em 2012.

“Esse novo modelo do Joer oferece dignidade aos atletas, aos técnicos, a todos os envolvidos”, frisou Celestino, referindo às acomodações em rede hoteleira, descolamentos e alimentação tudo gratuito. “Isso não pode acabar”, ressalta o professor.

Para Elson das Neves, o primeiro técnico de Geisiane, a atleta é determinada e tem garra para se tornar uma revelação nacional. “Agora classificada para os jogos nacionais, em Brasília, a Geisiane vai poder mostrar a qualidade técnica e a habilidade com o futsal que é nato”, citou Elson Neves.

Fonte: 010 - SECOM/GOV-RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias