Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018 - 15:04 (Saude)

L
LIVRE

MAIS MÉDICOS REFORÇAM EQUIPES EM QUATRO UNIDADES DA ZONA RURAL DE PORTO VELHO

Os médicos foram designados para as localidades de Cujubim Grande, Linha 28, Nova Mutum e São Carlos


Imprimir página

Porto Velho recebeu quatro médicos, através do programa do governo federal Mais Médicos, para atuar nas localidades rurais que estavam sem esses profissionais nas equipes de saúde há alguns meses, desde que expirou o último edital. Todos são brasileiros e já começaram a trabalhar essa semana no serviço de atenção básica em Cujubim Grande, linha 28, Nova Mutum e São Carlos.

De acordo com o Ministério da Saúde mais de 99% dos novos profissionais do programa são médicos brasileiros. Dessa forma, o programa tem garantia de continuidade, independentemente de acordos, necessitando apenas da disponibilidade de profissionais brasileiros para o atendimento à população. Além disso, a pasta conseguiu garantir a renovação do programa por mais três anos.

“É um desafio fixar médicos nas áreas mais distantes, como distritos e zonas ribeirinhas, mas graças ao programa é possível garantir que a população desses locais tenham a assistência necessária e com equipes de saúde completas, com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e dentista”, explicou o diretor de atenção básica da Semusa, Marcuce Antônio.

UNIÃO BANDEIRANTES

Na semana passada a equipe do DAB esteve em União Bandeirantes para iniciar o processo de reorganização da atenção básica no distrito, com base no que preconiza a planificação. Entre as ações ficou definido a reorganização da agenda de acordo com as demandas da região, priorizando os grupos de atendimento.

Ficou acertado que em casos de necessidade, o paciente será transportado até Jaci-Paraná de ambulância ou, em casos de urgência e emergência, para Porto Velho. O sistema permite também que o agendamento de exames e consultas especializadas sejam feitos na própria unidade de União Bandeirantes.

Também foi finalizado o trabalho de implantação do Sisfarma na unidade Básica do distrito, sistema que faz o controle de dispensação de medicamentos tanto para a farmácia básica como para o pronto atendimento que funciona na UBS.

Fonte: 010 - Semusa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias