Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018 - 14:34 (Política)

L
LIVRE

LÍDER DO MDB EM RONDÔNIA CHAMA DE 'INJUSTAS' DECLARAÇÕES DE CONFÚCIO MOURA A VALDIR RAUPP E A MULHER DELE

No final de semana que passou Moura surge em 4 áudios, declarando inconformismo quanto a postura de Raupp que pretende seguir isolado na disputa que poderá leva-lo novamente ao senado federal.


Imprimir página

Thomas correia líder do (MDB) em Rondônia chamou de “injustas” as declarações feitas pelo ex-governador de Rondônia, Confúcio Moura ao também colega de partido Valdir Raupp e mulher dele a deputada federal marinha Raupp. No final de semana que passou Moura surge em 4 áudios, declarando inconformismo quanto a postura de Raupp que pretende seguir isolado na disputa que poderá leva-lo novamente ao senado federal.

“Bandido, descarado e desleal”, esse é o teor do trecho de uma das gravações de Confúcio Moura ao até então amigo Valdir Raupp – MBD.

Na quarta-feira (18/7) em entrevista a uma rede de televisão do Estado, o líder do partido em Rondônia se posicionou quanto a postura de Aires Moura.  

“Achei que ele foi injusto tanto comigo (Thomas) quando com o Raupp (Valdir) e com a sua esposa Marinha Raupp (deputada federal). Não se constrói um entendimento com esse tipo de crítica e até mesmo com esse tipo de ofensa”, disse ele.

Tudo começou porque a legenda está disposta a não dispor de uma que tanto almeja Confúcio ao Senado. Ainda na gravação, Moura afirma que está sendo alvo de um golpe tramado pelo então Valdir Raupp e mulher, Marinha Raupp, com a contribuição direta de Tómas Correia.

Ano passado, Confúcio Moura chegou a declarar que não sairia ao senado, porém no início desse ano ele voltou atrás lançando seu nome para apreciação da legenda. Como forma de denunciar a traição dos Raupp, Confúcio já foi a Brasília pedir um posicionamento do MDB nacional.

Longe de Confúcio Moura levantar a voz, ou partir para a baixaria, mas a ‘traição’ do clã Raupp “supostamente” teria despertado o que sempre existiu no âmago dele: uma vontade ensandecida de gritar em voz alta. Confúcio é daqueles que preferem o “olhar”. É no olhar que ele se vinga. Quanto ao acontecimento, pode apostar que entre um candidato denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) na operação lava jato por crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro a um governador eleito como sendo um dos melhores do Brasil a população estará a analisando a postura e os atos de cada um deles.  

 

.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias