Sexta-Feira, 02 de Fevereiro de 2018 - 12:46 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: VAMOS NESSA QUE A FESTA ESTÁ APENAS COMEÇANDO

Depois, os desfiles só vão parar no sábado dia 17, após a quarta feira de cinzas.


Imprimir página

De hoje até o dia 17, o assunto é só festa de carnaval. O responsável pela abertura da programação é o bloco Areal Folia que desfila hoje, a partir da meia-noite, pelo circuito areal que compreende as vias: Alexandre Guimarães, Rogério Weber, Rio de Janeiro, Joaquim Nabuco até a Alexandre. Vamos nessa que a festa está apenas começando.

Depois, os desfiles só vão parar no sábado dia 17, após a quarta feira de cinzas. Amanhã 03 o bloco do Mocambo “Até Que a Noite Vire Dia” é quem vai dar as cartas, cantando em homenagem ao carnavalesco Benjamim Mourão falecido recentemente e um dos fundadores do bloco.

Pois é! Hoje é dia de Yemanjá 02 de fevereiro, na Bahia é feriado. É dia para quem curte, levar oferendas ao Rio ou ao Mar. Dia 2 de fevereiro os saveiros vão pro mar, vão prestar sua homenagem, à Rainha Yemanjá... Verso do samba Odoiá Bahia uma parceria minha com o Bainha.

Independente de qualquer agremiação carnavalesca que vai se apresentar neste final de semana. A grande pedida ou ou desfile mais cultural, será o do bloco Pirarucu do Madeira que vai acontecer domingo dia 4.

O compromisso cultural da diretoria do Pirarucu é tanta, que este ano, quem nunca ouviu falar ou só ouviu falar, vai conhecer durante seu desfile parte da história de blocos como “O Rei da Selva” do Waldemar Cachorro; escola de samba “Deixa Falar” do Bola Sete e até do bloco dos coxinhas do bairro Caiari Oxerevause.

A pesquisa da Luciana Oliveira vai nos trazer lembranças, do Bloco do 812, bloco que não chegou a desfilar por três carnavais, porém, deixou saudade pela boa bateria e samba empolgação.

Esqueci de falar pra Luciana, sobre o “Bloco da Múmia”. Foi esse bloco que nos apresentou o compositor “Neguinho Menezes”. O bloco concentrava na casa do Adrião que ficava a rua Júlio Castilho entre a Duque de Caxias e a Pinheiro Machado. Desfilou no final de década de 1960.

As escolas de samba de Porto Velho já estão a plena vapor, trabalhando seus enredos para os desfiles do dia 17. Estive conversando com o carnavalesco da escola de samba Império do Samba do Areal o João Big e ele me garantiu, que a escola do Mirim vai desfilar para permanecer no Grupo Especial.

Isso quer dizer que Asfaltão, São João Batista e Diplomatas têm que tomar cuidado e caprichar em seus desfiles, se não, uma delas vai parar no Grupo de Acesso.

O presidente da Diplomatas do Samba engenheiro Jair Monteiro está apostando suas fichas, no potencial da história do folclorista Severino Castro Silva para permanecer e quem sabe, até ganhar o título que faz muito tempo, não chega nem perto, da galeria da vermelha e branco.

Enquanto isso, a diretoria da escola Asfaltão tem como trunfo, a trajetória do compositor/sambista Waldemir Pinheiro da Silva – o Bainha que este ano completa 80 anos de idade.

Já o presidente da escola de samba acadêmicos do São João Batista Alberto Rodrigues – Pai Beto nem discute, afirmando que este ano, se as juradas Lúcia Neguinha e Agérica Carvalho não estiverem pontuando, não vai ter pra ninguém, pois, o tema é dos melhores.; “Vamos contar a história do Manelão – O General da Folia – O Rei da Alegria. E tem mais, o Jair e o Carlinhos Maracanã autores do samba estão ajudando na divulgação. Pra quem não sabe, Jair e Maracanã são os principais dirigentes da Diplomatas”, disse Pai Beto.

Não sei não, se realmente o João Big estiver certo, uma das três acima, desfilará pelo grupo de acesso quando 2019 chegar. Vai ser um desastre.

Isso quer dizer que os desfiles das escolas de samba de Porto Velho será bastante disputado este ano. É como diz o Mestre Oscar Knigthz. “QUEM FOR PODRE QUE SE QUEBRE”

Fonte: 012 - ZéKatraca/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias