LENHA NA FOGUEIRA: GRUPO ESPECIAL - News Rondônia Nesta sexta-feira dia 04, o público de Porto Velho após três anos, vai voltar a assistir os desfiles das escolas de samba.

Porto Velho,

Quinta-Feira , 03 de Março de 2016 - 17:05 - Colaboradores


 


LENHA NA FOGUEIRA: GRUPO ESPECIAL

Nesta sexta-feira dia 04, o público de Porto Velho após três anos, vai voltar a assistir os desfiles das escolas de samba.

ImprimirImprimir página

Quer ver como calcular, se você tem saldo de vida? Basta lembrar que ontem dia 02 de março, fez 20 anos que Os Manonas Assinas morreram, vítimas de acidente aéreo. Quem está vivo pra contando a história, está no saldo.


Saldo mesmo, é para quem viu nascer e acompanha a trajetória dos The Rolling Stones até hoje. To nesse time, a Luciana do Segismundo também.


Não sei como é que existe alguém que reclama da vida! Por mais que a gente passe por alguma dificuldade, não podemos reclamar da vida, ao contrário devemos agradecer a Deus pelo que temos.


Faço dessa vida brincadeira, porque a vida pra mim é muito séria”. Verso de um samba de minha autoria. Canta sempre assim, que você vai viver melhor que muitos flamenguistas!


Enquanto isso no barracão da escola de samba Acadêmicos do Armário Grande, as coisas começaram a clarear na tarde ontem. O Bomba desarmou a Bomba e agora tudo depende da diretoria da escola. Vamos colocar a escola na avenida Neto!


O Samba é bom, o enredo é fácil de desenvolver, tem boa bateria, a comunidade é solidária. Só falta a diretoria se acertar.


Já na Unidos da Rádio Farol o carnavalesco dispensou o Mestre Bateria Pedrinho que é irmão do presidente da escola e muito invocado, ele assinou contrato com a concorrente Império do Samba. Já pensou se a escola do Mirim subir para o Grupo Especial!


Ontem as escolas Asfaltão, São João Batista e Zona Leste realizaram ensaio geral na Passarela do Samba Edson Fróes, testando a iluminação e o asfalto meia boca que a prefeitura colocou. Procuraram a empresa que venceu a concorrência para colocar os carros de som e o cidadão, como se fosse o dono da “Cocada preta”, tratou o pessoal da Fesec com arrogância. O interessante é que antes da Licitação, o referido cidadão vivia “chorando” pedindo pros carnavalescos darem preferência para o seu Equipamento, na hora que a turma precisou da sua colaboração foi recebida com PEDRADAS. Uma coisa é certa, desfile de escola de samba tem todo o ano e todo ano as escolas vão precisar contratar CARRO DE SOM.


Por arrogância, uma empresa a partir dos desfiles das escolas de samba deste ano, dificilmente conseguirá contrato com o governo estadual. Pensa ô “mamamdor” do dinheiro público!


Seria bom que o MP também fiscalizasse as Licitações desses equipamentos que são utilizados em grandes eventos. Os caras na maioria das vezes não cumprem o contrato ao pé da letra, fazem uma maquiagem e só entregam o serviço no dia da festa quando não dar mais tempo para exigir muito.


A passarela do samba, caso tivesse ocorrido tudo dentro do programado era para ser entregue a direção artística da Fesec no máximo até as 18 horas de quarta feira após testarem a iluminação, sonorização estática e sonorização dos carros de som. Nada disso foi feito e creio que vai chegar a hora e os técnicos das empresas ainda estarão ajustando os aparelhos, é sempre assim. Falta profissionalismo nas empresas de sonorização e iluminação de Porto Velho.


A única empresa que merece todo respeito das entidades carnavalescas, é da “Casa Grande Rodeis Texas”; Desde ontem as arquibancadas e camarotes estão prontinhos, só esperando o público. Parabéns ao Casa Grande e sua equipe. Esse sabe das coisas e respeita os promotores de eventos.


A prefeitura via Funcultural ficou de fazer a pintura da Passarela do Samba na noite desta quinta feira. Esperamos que eles cumpram pelo menos essa parte completa, porque o Asfalto não ficou bom não. Parece Asfalto do Milton Alves!

Enredo das escolas de samba de Porto Velho

Nesta sexta-feira dia 04, o público de Porto Velho após três anos, vai voltar a assistir os desfiles das escolas de samba. Sete agremiações carnavalescas Estarão se apresentando na Passarela do Samba “Edson Fróes” que já está Montada no Parque dos Tanques, divididas em dois grupos distintos: Acesso e Grupo Especial.

Acesso

A Acadêmicos da Zona Leste - Abre os desfiles, as 20 horas de sexta-feira 04, com o enredo “A Zona Leste Fabrica o Combustível da Alegria”, com o samba do poeta da Cidade Ernesto Melo.

Império do Samba será a segunda escola a entrar na avenida na sexta feira 04, contando a história da “Água Fonte da Vida – Mistério e Magia” criação o carnavalesco João Big.

Unidos da Rádio Farol – A escola dirigida pelo Cristóvão Parente deve começar a desfilar por volta das 23 horas de sexta feira cantando o enredo de Carlinhos Maracanã “Grios da áfrica na influência da religiosidade brasileira”. Essas são as escola de samba do Grupo de Acesso.

Grupo Especial

Asfaltão – “Não sei se é Sonho, Utopia ou Ilusão, Vou Cumprir Minha Missão”. Pesquisa de Sílvia Pinheiro com o samba da parceria Mávilo Melo e Waldison Pinheiro interpretado pelo Marcelo Luna. A escola abre os desfiles do Grupo Especial as 20 horas de sábado dia 05.

Os Diplomatas – “1, 2, 3 e Já... A História dos Números a Diplomatas Vai Contar” samba da parceria Carlinhos Maracanã e Jair Monteiro que será interpretado pelo Walfredo da Esquina A Diplomatas do Samba será a segunda escola a entrar na passarela sábado dia 5.

Acadêmicos do Armário Grande – Se correr como o programado a escola Armário Grande começa a desfilar por volta das 23 horas de sábado cantando o enredo: “Os Astros Brilham no Céu e na Terra, Luz e Trevas se Alternam”, do carnavalesco Marco Teixeira o inter´rete é o Sidney Carioca

Acadêmicos do São João Batista - A azul e branco comandada pelo Pai Beto será a última escola de samba a entrar na Passarela Edson Fróes este ano, seu desfile deve começar depois da meia-noite de sábado e o tema que será apresentado é o seguinte: “Da Jardineira ao Ecoturismo, Assis e Nair - UmSonho que Virou Realidade e Foi Além” o samba é do compositor Silvio Santos que será interpretado pelo Cláudio Roca – Banana Split.

Os “xerifes” e os causos da fronteira

O escritor Paulo Saldanha fará nesta quinta-feira, 3, na Casa de Cultura Ivan Marrocos, a partir das 19 horas, o lançamento de suas duas novas obras “Três Xerifes da Fronteira” e “Crônicas Guajaramirenses – prosa que desemboca em humor”.

O autor Paulo Saldanha é membro efetivo da Academia de Letras de Rondônia (ACLER) e da Academia Guajaramirense de Letras (AGL), sendo de sua safra diversas outras obras, todas tendo como personagens e fatos a região do Vale do Guaporé/Mamoré, especialmente a cidade de Guajará-Mirim, onde Paulo nasceu e reside. “Três Xerifes da Fronteira” é o relato de três policiais que em épocas diferentes, algumas vezes sem nem contar com contingente para atuar, sem a presença de um juiz permanente e também de um promotor, aqueles agentes da lei mantiveram a região em paz. O livro é prefaciado pelo advogado e poeta Simão Salim, sendo apresentado pelo próprio autor.

O livro “Crônicas Guajaramirenses” em sua capa consta uma espécie de advertência: “Apenas para quem tem alegria dentro do peito”. São causos de fatos e personagens daquela região. É prefaciado pela professora e acadêmica da ACLER Sandra Castiel Fernandes, e a apresentação feita pela professora Maria Auxiliadora Pinto, do campus da UNIR em Guajará-Mirim e membro da AGL.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Zé Katraca

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt