Quinta-Feira, 04 de Agosto de 2016 - 15:22 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: FLOR DO MARACUJÁ

A terça-feira, segundo os especialistas em Flor do Maracujá, foi o dia que registrou (depois do 1° dia) o menor público no Arraial. Quando falo arraial, estou me referindo às pessoas que vão apenas degustar as delicias da nossa culinária.


Imprimir página

Na coluna da última terça-feira 02, comentemos uma injustiça, ao dizer, que o grupo de Boi Bumbá “Estrela de Fogo” recebeu recursos para se apresentar no Flor do Maracujá.


Na verdade, por ser seu primeiro ano no Arraial o “Estrela de Fogo”, não recebeu nenhum tostão. Assim os integrantes da diretoria e simpatizantes, arcaram com todas as despesas para que o Boi se apresentasse naquela noite. Devo esclarecer que sou fã de carteirinha do grupo de dançarinos e dançarinas do Estrela de Fogo, inclusive participamos juntos, de uma série de apresentações nos colégios municipais ano passado, pelo Projeto do Sesc Cultura nas Escolas. Aqui fica meu pedido de desculpa ao Estrela de Fogo.


A terça-feira, segundo os especialistas em Flor do Maracujá, foi o dia que registrou (depois do 1° dia) o menor público no Arraial. Quando falo arraial, estou me referindo às pessoas que vão apenas degustar as delicias da nossa culinária.


A própria diretoria da Federon apostava que a pior noite seria a de segunda feira dia 1°. Na realidade, a noite da apresentação da JUABP foi a melhor de público em todos os setores da 35ª Mostra de Quadrilhas e Boi Bumbás – Arraial Flor do Maracujá.


Basta lembrar que o público super lotou as arquibancadas que segundo a empresa dona da estrutura, comporta Cinco MIL pessoas sentadas. Parcialmente lotou os camarotes e ainda colocou muita gente na área VIP. Por entre as barracas estava difícil caminhar. Quer dizer, a segunda feira foi a melhor noite em se falando de público, até agora, no Flor do Maracujá.


Dizem as Matildes que a JUABP acabou com a hegemonia da Rádio Farol a campeã de público de todos os Maracujás.


Só vamos poder comprovar essa vitória da JUABP amanhã, noite da apresentação da Rádio Farol. O presidente Severino Castro diz que aposta com quem quiser como o público vai superar e muito o registrado na segunda feira, Tomara!


Show mesmo foi a apresentação na noite de terça-feira da quadrilha Nova Estação. A turma comandada pelo Allan Berg falou sobre a Madeira Mamoré e colocou músicas dos nossos compositores. A coreografia criada para a música (xaxado) “Balanço do Trem” de autoria desse que escreve essa coluna, foi superovacionada. Obrigado Allan pela oportunidade de mostrar meu trabalho musical, através de um grupo de quadrilha junina. Nota DEZ!


Outra quadrilha que também prestou homenagem à Madeira Mamoré foi a Rosas de Ouro. Que fez ótima apresentação. Nossas quadrilhas estão começando a valorizar o trabalho dos compositores locais, a Rosa Divina cantou música de Ernesto Melo enquanto a Nova Estação também cantou música do Bado. Aliás o pioneiro em colocar nossas músicas é a Rosa Divina.


Dizem que a Girassol das Três Marias vai apresentar coreografia baseada na composição de nossa autoria “A Dança do Remo” na noite de hoje. Já tivemos música este ano na “Matutos da Socialista”.


Já tá na hora de deixarem o “Pé de Coco” de lado e partir para músicas próprias, ou seja, compostas para a apresentação daquela quadrilha.


Vamos que vamos, o Boi Bumbá Marronzinho foi show tocando toadas próprias. Parabéns ao presidente Estevam pelo belíssimo espetáculo de alegorias e itens, além das toadas. Foi prejudicado justamente no Quesito Toada Letra e Música, pois alguma coisa aconteceu, que a voz do levantador de toadas Márcio não estava audível. Pena!


O Marronzinho só não está verdadeiramente na briga pelo título, porque não cumpriu o Regulamento quanto à quantidade de tribos indígenas. No resto foi ótimo.


Te encontro no Maracujá na apresentação do Az de Ouro morena bela!

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias