Quarta-Feira, 20 de Julho de 2016 - 11:34 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: ESTRUTURA DO FLOR DO MARACUJÁ COMEÇA A SER MONTADA

Quando digo quase tudo, é porque algumas arestas, ainda precisam ser amparadas no que diz respeito da licitação de parte da estrutura. Isso no que tange a parceria do governo estadual.


Imprimir página

Está quase tudo acertado para a 35ª Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbás do Flor do Maracujá começar mesmo no próximo dia 27.


Quando digo quase tudo, é porque algumas arestas, ainda precisam ser amparadas no que diz respeito da licitação de parte da estrutura. Isso no que tange a parceria do governo estadual.


Quanto à prefeitura de Porto Velho, ontem à noite, estava marcada para acontecer reunião entre a empresa vencedora do Chamamento Público a Diz-Farça que era para se proceder os acertos ou a maneira, de como serão realizados os repasses aos grupos. Primeiro a Diz-Farça sana todas as dívidas que os grupos têm com o comércio local. Comercio que acreditou e vendeu fiado aos grupos folclóricos, material necessário para o desenvolvimento ou confecção das fantasias e alegorias.


O que sobrar, ou seja, o troco, será repassado aos grupos para que seus dirigentes paguem a mão de obra dos artesãos, costureiras, soldadores, carpinteiros, músicos, coreógrafos etc.


Por falar nisso, algumas quadrilhas, apesar da crise, estão investindo “os olhos da cara” em suas alegorias. A Juabp que vai apresentar o tema o “Bem contra o Mau” mandou confeccionar uma enorme cruz além de uma alegoria representando o 'cramunhão' também muito grande. O Bem vai enfrentar o Mau nas alturas.


Enquanto a quadrilha do Big foi buscar seu tema nas leituras bíblicas, a Rádio Farol vem aí com uma ficção “Se o São João acabasse hoje o que você faria? ” - Baseado no enredo de uma escola de samba do Rio de Janeiro “Se o mundo fosse acabar, me diz o que você faria se só lhe restasse um dia?”


A turma da Juabp diz que vai ficar esperando o pessoal da Rádio Farol ou no céu ou no inferno. Vai depender dos jurados aprovados no curso de julgador que a Federon vai realizar nos dias 24 e 25 deste mês.


Os que forem aprovados nesse curso, participarão do sorteio que vai selecionar, os dez julgadores (cinco de Boi Bumbá e cinco de Quadrilha) que estarão atuando no Flor do Maracujá deste ano.


O curso de julgador é aberto a todo mundo e a inscrição pode ser solicitada através do e-mail federon-ro@hotmail.com


Se o participante do curso não for selecionado para atuar no Flor do Maracujá 2016, pode ser selecionado para trabalhar no Flor de 2017 e assim sucessivamente. O certo é que a partir de agora, só vai atuar como julgador de quadrilha e boi bumbá, quem tiver participado do curso que será oferecido pela Federon. Fica esperto julgador!


O comentário nos bastidores dos currais dos bois bumbás, é que este ano, a disputa não vai ser fácil. O Manhoso que já está prontinho para entrar na arena, investiu pesado e trouxe até artesão do Caprichoso de Parintins.


O Diamante Negro para não ficar atrás, trouxe seu artista de Manaus, mas, já trabalhou também no Caprichoso. Bomba mesmo, é o artesão do boi Vencedor que nada mais nada menos, é o nosso artesão Bomba, aquele que deixou a escola de samba Armário Grande praticamente sem alegorias por falta de pagamento. Só que no Vencedor ele é o presidente do grupo.


Quem está muito bem de alegoria, é a quadrilha Girassol das Três Marias. Dizem que a Matutos do Socialista vai colocar uma escultura na arena do Flor, de mais de quatro metros de altura e é a de uma figura super popular no meio dos grupos folclóricos de Porto Velho.


Mesmo sem a obrigação de colocar o Cangaço, a presidente Neiva da Rosa de Ouro diz que seu grupo de cangaceiros não deixará o Capitão Virgulino com o “Lampião na mão.


Está chegando a hora e o Boi Bumbá Corre Campo não se manifesta. Está mais escondido que orelha de freira, no tempo que elas usavam hábito.

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias