Quinta-Feira, 06 de Outubro de 2016 - 09:58 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: DUELO NA FRONTEIRA

Desta vez, sem a participação efetiva do governo estadual, graças a falta de compreensão de uma autoridade do MP. Assim mesmo o Festival vai acontecer.


Imprimir página

Guajará Mirim começa a receber os turistas que irão prestigiar a 20ª edição do Festival Duelo na Fronteira.


Desta vez, sem a participação efetiva do governo estadual, graças a falta de compreensão de uma autoridade do MP. Assim mesmo o Festival vai acontecer.


Além da disputa entre os bumbás Flor do Campo e Malhadinho propriamente dita, os bastidores apontam para uma outra disputa.


Essa será travada entre os artistas responsáveis pelas confecções das alegorias de ambos os bois.


Na realidade, será uma disputa entre artesãos que vieram de outros estados como o Amazonas e os artesãos de Rondônia.


A equipe do Flor do Campo é comandada pelo artesão K-Bral que apesar de ser de Juruti pertinho de Parintins, porém localizada no estado do Pará, mora e tem família em Guajará Mirim ha muito tempo. Se não me engano ha mais de 15.


Outro respeitadíssimo artesão que está trabalhando no Flor do Campo é o Ismael Barreto que mora em Porto Velho desde quando existia o Bloco carnavalesco Unidos do Nacional, isso na década de 1980. Ismael Barreto inclusive fez parte da equipe do Mestre dos Mestres de Parintins Jair Mendes do boi Garantido à época.


Essa equipe vai disputar a melhor nota no quesito alegoria, com a equipe comandada pelo artesão conhecido como Boy que veio de Manaus e já trabalhou nos bois de Parintins. Este ano Boy foi o responsável pelas alegorias do boi bumbá Diamante Negro de Porto Velho.


A equipe comandada pelo Boy é formada por artesãos formados na escolinha do Léo do Boi Malhadinho. Léo garante que os meninos são da melhor qualidade no quesito confecção de alegoria.


Enquanto isso, a Solani Sol garante que no quesito fantasia o Flor do Campo tem a melhor equipe, inclusive o Cleiton Lopes que já foi presidente do Malhadinho é o responsável pela fantasia da Rainha do Folclore que segundo dizem, está muito bonita e bem acabada.


A presidente do Boi Malhadinho Edileusa Mendes garante que seu boi vai entrar na arena no próximo sábado, para arrebentar com o boi contrário. Este ano não vamos deixar brecha para eles fazerem o que fizeram com a gente ano passado, quando como num toque de mágica desapareceu um tambor da nossa Marujada na hora da apresentação de domingo e duas índias da tribo das Amazonas também não apareceram para dançar.


Esse 20° Duelo na Fronteira será do meu boi querido Malhadinho”, garante Edileusa tendo sua opinião reverberada pelo presidente emérito Leonilson de Souza o Léo do Boi.


Já o apresentador do Flor do Campo Ricardinho garantiu ao seu amigo Carlinhos do Galo da Meia Noite, que o vermelho vai surpreender logo na primeira noite do festival, com uma belíssima apresentação.


Esse é o verdadeiro Duelo na Fronteira, queira ou não queira o Procurador, é o evento que transforma Guajará Mirim na cidade turística de Rondônia e por isso merece a maior consideração possível.


Esperamos que em algum dia, a Pérola do Mamoré seja presenteada com um prefeito que a ame de verdade e valorize a festa que mais proporciona arrecadação à cidade, o Duelo na Fronteira.


O Duelo na Fronteira com certeza mais uma vez vai movimentar a cidade Pérola do Mamoré, os hotéis já estão com as vagas praticamente todas ocupadas.


A equipe da RedeTV/RO formada pelo diretor Alessandro Lubiana e o cinegrafista Raimundo, estará cobrindo, as apresentações do 20° Festival Folclórico de Guajara Mirim – Duelo na Fronteira. A equipe do Diário da Amazônia contará com o Zekatraca e o fotografo Roni Carvalho.


O Duelo começa nesta sexta feira dia 7 de outubro.

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias