Terça-Feira, 03 de Abril de 2018 - 10:18 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: COMO É BOM TER AMIGOS, COMO EU TENHO

Esse verso de um samba do poeta Ernesto Melo, tem tudo a ver com a gente.


Imprimir página

Como é bom ter amigos, como eu tenho. Esse verso de um samba do poeta Ernesto Melo, tem tudo a ver com a gente.

Graças em primeiríssimo lugar a Deus, aos meus familiares, em especial minha querida esposa Ana Célia e pessoas como dona Ana Gurgacz, seu Assis Gurgacz, seu Acir Gurgacz, além do Marcelinho Freire, Cavalcante e Bedin e a equipe da Eucatur (Cascavel), estamos de volta ao batente.

É como dizem no popular: “Mais vale amigo na praça, que dinheiro no bolso”.

Muito antes dessa equipe aí de cima, foi preciso contar com os préstimos e as influências de amigos como Emilzinho Gorayeb, Dr. Vitor Sadeck, Evandro Reis, Sicília Andrade – Siça da BVQQ. Cardiologista Dr. João Bosco Morebh e sua equipe do Hospital de Base.

Além disso, a força positiva através de orações e outras manifestações, oriundas de amigos de todos os segmentos culturais/sociais, sem esquecer dos meus irmãos, filhos, netos,cunhados, sogra. Sobrinhos e sobrinhas enfim, de muita gente que dedicou alguns momentos a orar ou rezar pela minha recuperação.

No início janeiro quando estava iniciando gozo de férias, passei mal no Rio de Janeiro e fui muito bem atendido na UPA/Botafogo, fato que voltou a se repetir três dias depois durante ensaio técnico da Portela na Intendente de Magalhães, a sorte foi que o evento estava acontecendo bem em frente a UPA/Madureira dessa vez fui atendido por uma junta médica que me aconselhou a procurar um cardiologista o mais urgente possível, pois o caso era grave. No outro dia, uma segunda feira, desembarquei de volta a Porto Velho.

Nesse mesmo dia, dona Ana Gugacz se encontrava em Porto Velho e colocou a nossa disposição, o Hospital São Lucas (pertencente ao Grupo Gurgacz) em Cascavel. Nesse ínterim Emilzinho conseguiu uma consulta com o Dr. Bosco Morebh que ao analisar meus exames resolveu fazer de urgência um cateterismo (era o dia 6 de fevereiro), nessa intervenção foi descoberta que eu deveria me submeter a Três Pontes de Safena e então resolvemos aceitar a sugestão de dona Ana e fomos para Cascavel (PR), onde fomos atendidos pela equipe do Dr. Luciano que conta com o Dr. Gustavo

Na madrugada do dia 6 de março fui submetido a cirurgia para implante de três Ponte de Safena, no Hospital São Lucas (Hospital Universitário). A rapidez (chegamos a Cascavel no dia 5 de março), foi, segundo palavras do Dr. Luciano, graças ao trabalho realizado pela equipe do Hospital de Base de Porto Velho. (Não fui submetido a nenhum exame pré operatório em Cascavel, a equipe apenas elogiou o trabalho dos médicos e técnicos especialistas do nosso HB).

Hoje dia 3 de abril, antes de completar um mês dos procedimentos realizados em Cascavel, estou de volta ao trabalho. Agora sob os cuidados do Cardiologista Dr. Luiz Gomes que após analisar os exames que realizei aqui em Porto Velho, disse que está tudo bem e que eu poderia voltar ao batente. “Apenas não abusa, nada de muito esforço”. Obrigado de coração a todos que torceram pela minha recuperação. Ainda não está Cem Por Cento (isso ainda demora alguns meses), mas, garanto que o que está funcionando dar pro gasto.

Normal mesmo, só a partir de amanhã quando vamos publicar sobre os bastidores da Inauguração da reforma da Casa da Cultura Ivan Marrocos e abertura do 13º SART.

Também vamos falar sobre os bastidores da audiência pública que aconteceu na tarde de ontem 02, na Câmara dos Vereadores de Porto Velho, sobre a realização do ARRAIALESTE no CEO do JK. Nas redes sociais, o '‘pau’' tá quebrando.

Fonte: 015 - Silvio Santos/News Rondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias