Terça-Feira, 08 de Março de 2016 - 00:18 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: ASFALTÃO

O desfile da escola do Tigre, foi muito bonito.


Imprimir página

Ninguém se afogou durante o aguaceiro que caiu na noite do último sábado em Porto Velho, fazendo com que os desfiles das escolas de samba atrasassem em mais de duas horas.


O certo foi que aconteceu mesmo com as arquibancadas vazias. A Escola Asfaltão começou a desfilar quando já ia dar meia noite. Era pra entrar por volta das 23 horas, porém um dos integrantes da ala da harmonia (apoio do interpretes do samba), ficou enrolando dizendo que o som não estava bom e coisa e tal e ainda esculhambava a direção da Fesec.


Não era preciso porque a Asfaltão era a única escola que estava com todos seus brincantes presentes, pois as demais foram prejudicadas pela chuva torrencial. O desfile da escola do Tigre, foi muito bonito. Já na Comissão de Frente dava pra sentir que seria um verdadeiro espetáculo e foi. A Bateria Pura Raça é Nota Dez com louvor. Não gostei da nota que deram pro samba. Na minha humilde opinião o único quesito fraco da Asfaltão foi o Mestre Sala.



Quando a escola de samba Acadêmicos do São João Batista terminou seu desfile já no amanhecer de domingo, os integrantes da Asfaltão que permaneceram na avenida saíram todos cabisbaixos. Alguns chegaram a comentar com esse colunista que também é da São João Batista: “Ninguém tira essa de vocês. Porém como quem morre de véspera é peru..."


Domingo quando começou a apuração e o jurado Vanderley tirou três décimos da Bateria Treme Terra a turma a azul e branco começou a ficar com a pulga atrás da orelha.


Acontece que veio a nota de Harmonia quando a jurada Lucia Menezes deu apenas 8. Na justificativa ela colocou que “havia muito espaço”. Porém dentro do ônibus que levou os jurados até suas residências, ela e a jurada Agelica Carvalho que julgou Fantasia, disseram que haviam dado nota baixa para a São João Batista “porque a escola contou com patrocínio de uma grande empresa”.


O julgador do quesito Harmonia não tem nada a ver se a escola desfilou compacta ou não, essa avaliação é do julgador de Evolução. Veja o que diz o Manual do Julgador que acho que o Monteiro passou a todos os julgadores.


QUESITO ARMONIA - Harmonia, em desfile de Escola de Samba, é o entrosamento entre o ritmo e o canto. Para conceder notas de 08 à 10 pontos, o Julgador deverá considerar: A perfeita igualdade do canto do Samba-Enredo, pelos componentes da Escola, em consonância com o “Puxador” (Cantor Intérprete do Samba) e a manutenção de sua tonalidade; O canto do Samba-Enredo, pela totalidade da Escola; a harmonia do samba. Não levar em consideração: a eventual pane no carro de som e/ou no sistema de sonorização da Passarela; questões inerentes a quaisquer outros Quesitos. Ta vendo aí Neguinha!


Não aconteceu em nenhum momento o atravessamento que é quando o ritmo da Bateria vai prum lado e o canto pro outro. Querida amiga Neguinha (ela é minha amiga mesmo) ou você estava com problema de audição ou deu a nota mínima por maldade. Sei também que foi você que fez a cabeça da Agerica para que ela também dessa a nota mínima para a São João Batista.


Ainda teve as notas baixa para o samba enredo (9,8 e 9,7). Pra encerrar com chave de ouro, uma jurada de M.Sala e P. Bandeira (cuja apresentação foi espetacular) deu nota nove para a São João Batista. Foi o cheque mate. Pano, pano por favor!

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias