Quarta-Feira, 15 de Junho de 2016 - 08:31 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: ARRAIAL LESTE APRESENTA DESAFIO DE QUADRILHAS JUNINAS

Os grupos que estarão se apresentando são: Arrasta-pé de Santo Antônio, Os Caipiras do Madeira, Os Matutos do Socialista, Forte Príncipe, Estrela Divina e A Roça é Nossa.


Imprimir página

Apareceu uma luzinha no fim do túnel em relação a XXXV Mostra de Quadrilhas e Bois Bumbas - Arraial Flor do Maracujá.


Hoje a direção da Federação de Grupos Folclóricos de Rondônia – Federon participa de reunião na Casa Civil do governo estadual, para saber as propostas sobre a questão de apoio na montagem da estrutura de iluminação, arquibancadas, camarotes, tendas e sonorização do Arraial.


Só depois dessa reunião, é que a Federon vai poder dizer realmente o dia do início do Flor do Maracujá 2016. Segundo o presidente Fernando Rocha independente do apoio ou não do governo estadual o Arraial vai acontecer. “Apenas esperamos a manifestação do governo a respeito da nossa solicitação que já deveria ter sido dada, infelizmente a culpa não é da direção da Sejucel e sim da burocracia que emperra o andamento dos processos”. Assim sendo, continua Fernando, tomamos a decisão de realizar o Flor do Maracujá com ou sem o apoio do governo estadual. Só que caso esse apoio não saia vamos ter que cobrar ingresso”, finalizou Fernando.


Vale salientar que se a Federon já disse que praticamente não depende do governo estadual para a realização do Flor do Maracujá o que está pegando então? Acontece e aí sim, pega seriamente na montagem das apresentações, é a falta de posição da prefeitura de Porto Velho que até ontem não havia publicado o Chamamento Público convocando a empresa que vai administrar os recursos que serão repassados aos grupos para a confecção de suas indumentárias e cenários. “A falta desse repassasse sim, pode prejudicar a realização do Arraial”.


Arquibancada, camarote e som a gente pode fazer parceria com as empresas que trabalham com esse tipo de equipamento e pronto. Agora sem recurso para comprar o material para a confecção de nossas indumentárias não tem como o grupo dançar.


Internamente a direção da Federon já havia tomado a decisão de adiar o início do Flor do Maracujá para a primeira quinzena de julho. “De início está marcado o dia 14, mas, com a convocação do governo só podemos confirmar a data, após essa reunião de hoje”.


Enquanto o Flor do Maracujá não chega, o jeito é aplaudir as apresentações dos grupos folclóricos no ArraiaLeste que está bombando. A equipe coordenadora do evento está de parabéns pela organização. Os comentários por tudo quanto é barraca de comida típica, é que o ArraiaLeste já derrubou o Flor de Cacto, tanto na qualidade das apresentações folclóricas como na higiene pois, no campo do JK -I não tem lama como tinha no Campo 1° de maio onde foi montado o Flor de Cacto.


A quadrilha do Moisés Rocha que está se apresentando pela primeira vez este ano e representa o Conjunto Orgulho do Madeira está fazendo o maior sucesso. Estreou no Flor de Cacto e levantou a galera no ArraiaLeste. A turma está com vontade, deve participar das eliminatórias do Flor do Maracujá e será páreo duro.


Quem anda meio calado é o segmento dos Bois Bumbas. Depois do licenciamento do Corre Campo, parece que a turma se acomodou, pois, a concorrência fica mais pareada. Com o Corre Campo quem quissesse realmente disputar o primeiro lugar, tinha que investir muito, para superar a qualidade do boi da família Castro Alves.


Um grupo que estou sentindo que vem com tudo em busca do título este ano, é o Boi Marronzinho do Estevam. O Bumba da Vila Tupi está com uma equipe de primeira, os ensaios lotam todas as noites. Walci Nonato e sua turma está botando para quebrar. La vem o Boi do Estevam derrubando tudo que encontra pela frente.


Vamos para a reunião na Casa Civil. Amanhã com certeza terá novidade sobre o Flor do Maracujá!


Arraial Leste apresenta Desafio de Quadrilhas juninas

O ArraiaLeste depois de duas noites dedicadas ao segmento gospel, volta com as apresentações de grupos folclóricos filiados à Federon na noite desta quarta-feira 16, com o encontro “Desafio das Quadrilhas da Zona Leste”. A ideia é apresentar numa só noite, parte dos grupos de quadrilhas juninas que tem suas sedes na Zona Leste de Porto Velho. Para tornar as apresentações mais atraentes a coordenação artística do Arraial resolveu colocar em cheque a preferência de cada agremiação, transformando o espetáculo num verdadeiro desafio. “Quem sairá na noite de hoje do ArraiaLeste com o título de melhor quadrilha da Zona Leste”, desafia Raimisson Correia.

Os grupos que estarão se apresentando são: Arrasta-pé de Santo Antônio, Os Caipiras do Madeira, Os Matutos do Socialista, Forte Príncipe, Estrela Divina e A Roça é Nossa.

O ArraiaLeste está montado no campo de futebol do bairro JK-I por detrás da paróquia de São Tiago. As apresentações folclóricas começam sempre a partir das 20 horas. Todas as noites após as apresentações dos grupos folclóricos, acontece show com as melhores bandas de forró de Porto Velho.

Fonte: Zé Katraca

Noticias relacionadas

Banner Ale

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias