Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 - 11:55 (Política)

L
LIVRE

LEI DOS DECIBÉIS DE AUTORIA DO DEPUTADO LÉO MORAES É APROVADA

Isso vai evitar multas altíssimas, além da apreensão do equipamento de som ou até mesmo o dono ser conduzido para a delegacia.


Imprimir página

Após um ano de discussão e debates, a Lei dos Decibéis foi aprovada na Assembleia Legislativa de Rondônia. O projeto, de autoria do Deputado Estadual Léo Moraes, dispõe sobre sons e ruídos, fixa níveis e horários em que será permitida sua emissão e outras providências.

“Após cinco audiências na casa de leis, várias reuniões nos bairros de Porto Velho e no interior de Rondônia com donos de bares, restaurantes, conveniências, músicos e líderes de denominações religiosas conseguimos aprovar a lei que regulamenta a autuação e as multas para esse segmento. Isso vai evitar multas altíssimas, além da apreensão do equipamento de som ou até mesmo o dono ser conduzido para a delegacia. Não somos a favor do uso discriminado do som, mas sim que ocorra a normatização a fim de que determinar um padrão a esses procedimentos.” Explicou Léo.

Agora, regulamentado, o procedimento de inspeção definirá os níveis máximos de sons e ruídos sendo 55 decibéis durante o dia e 60 decibéis no período noturno. Esses níveis, segundo a lei, serão medidos pelo aparelho Medidor de Nível de Soma – decibelímetro.

A lei também cita que, caso seja comprovada poluição sonora serão aplicadas penas obedecendo aos critérios de proporcionalidade e razoabilidade segundo a gravidade de cada caso.

“Vários músicos, empresários, donos de estabelecimentos, vereadores, prefeitos do interior nos procuraram para que pudéssemos encontrar uma melhor maneira para todos. Esperamos que o mercado seja reaquecido e volte a gerar emprego a centenas de pessoas.  Afinal, grande parte da economia de Rondônia é representada por estes segmentos. Vale ressaltar que não somos permissivos a algazarras, bagunças e badernas, a finalidade foi a criação de uma lei justa. Não queremos ser permissivos com som alto, é preciso haver respeito sim. O direito de um termina onde começa do outro, agora temos uma norma para apoiar a todos.” Concluiu Léo. 

Clique aqui para saber mais sobre a Lei dos Decibéis.

Fonte: 012 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias