Sabado, 14 de Abril de 2018 - 22:25 (Colaboradores)

L
LIVRE

LAMBANÇA DA SEMED/SML VAI ONERAR EM MAIS DE 20 MILHÕES A CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL DO TRANSPORTE ESCOLAR

Em 2017 a prefeitura gastou pouco mais que 16 milhões de reais com 3 empresas e por um ano, agora com essa nova lambança, o preço vai ficar acima de 18 milhões de reais POR APENAS 6 MESES!


Imprimir página

Inconsistências nas planilhas de custos das duas empresas, uma do Acre e outra do interior de São Paulo, desclassificou as duas e adiou novamente a CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL PARA O SERVIÇO DE TRANSPORTE ESCOLAR.

Na fase inicial quando as propostas foram sendo lidas, já se percebia que as empresas não iriam concorrer uma com a outra.

Estava claro que as duas iriam dividir os sete lotes.  E foi exatamente o que aconteceu quando a Empresa do Acre apresentou preço para os 3 primeiros lotes 30% abaixo da concorrente de São Paulo, e nos últimos 4 lotes a empresa do Acre nem cotou preço, deixando assim para a concorrente.

A Empresa COMERCIO E SERVIÇOS FREITAS ficaria com os Lotes 1, 2 e 3, que vai atender o Distrito de União Bandeirantes, Setor Chacareiro e Joana D' Arc e teria que disponibilizar uma frota de 53 ônibus. Valor para os três lotes, em seis meses, ficaria em R$4.420.690,80 (quatro milhões, quatrocentos e vinte mil, seiscentos e noventa reais e oitenta centavos).

Já a Empresa MEGA TRANSPORTE E SERVIÇOS ficaria com os Lotes 4,5,6 e 7 que atende as comunidades da Estrada da Penal, BR 364, Jaci Paraná, Nova Mutum e Ponta do Abunã, e teria que disponibilizar uma frota de 90 ônibus. O valor final ficaria em R$13.683.817,00 (treze milhões, seiscentos e oitenta e três mil, oitocentos e dezessete reais).

A soma dos dois valores ficaria em R$18.104.507,80 (dezoito milhões, cento e quatro mil, quinhentos e sete reais e oitenta centavos) por seis meses. Naturalmente que em um ano o valor dobra, ficando em R$36.209.015,60 (trinta e seis milhões, duzentos e nove mil, quinze reais e sessenta centavos).

INTERESSANTE...

Com a desclassificação das duas empresas por inconsistências nas planilhas de custos, ambas sabem os valores uma da outra e devem "adequar" seus valores PARA MAIOR, já que a empresa MEGA TRANSPORTES falou que fez suas planilhas com "preços praticados em São Paulo que tem estradas vicinais para trabalhar, e aqui tem ramais". Já a empresa FREITAS, sabendo que o preço da empresa concorrente é em media de R$15,35 (quinze reais e trinte e cinco centavos) o quilometro rodado e a sua é de R$10,80 (dez reais e oitenta centavos), já é sabido nos bastidores que FREITAS deve aumentar seu preço do quilometro rodado para mais de 14 reais e a empresa MEGA deve reajustar para mais de 18 reais o quilometro rodado, ONERANDO AINDA MAIS o valor final da contratação.

Ambas devem apresentar nova habilitação e novas planilhas na sessão da próxima segunda feira, dia 16, as 09:00 hs da manhã.

Enquanto isso... no próximo dia 23 termina o contrato da empresa FLECHA TRANSPORTES, e 100% do transporte escolar estará parado em toda a área rural de Porto Velho, e com isso,  os alunos que não terminaram o ano letivo de 2017, correm serio risco de perder todo o ano de 2018.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias