Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017 - 12:49 (Agronegocios)

L
LIVRE

INSTITUTO FECOMÉRCIO TEVE PAPEL IMPORTANTE NA CRIAÇÃO DA 1ª AGROINDÚSTRIA DE ABATE E PROCESSAMENTO DE AVES EM ASSENTAMENTOS

O empreendimento, financiado pela Santo Antônio Energia, numa parceria com o Incra, Governo do Estado de Rondônia e a Fecomercio/RO, foi inaugurado na manhã de quinta-feira, no assentamento Flor do Amazonas III (antiga Fazenda Urupá), com a presença de autoridades, agricultores e da imprensa.


Imprimir página

O presidente do Sistema Fecomércio-RO, Raniery Coelho, evidenciou nesta sexta-feira o papel fundamental do Instituto Fecomércio (IFPE) na criação da primeira agroindústria de abate e processamento de aves em um assentamento rural para o desenvolvimento da agricultura familiar no Estado de Rondônia.

O empreendimento, financiado pela Santo Antônio Energia, numa parceria com o Incra, Governo do Estado de Rondônia e a Fecomercio/RO, foi inaugurado na manhã de quinta-feira, no assentamento Flor do Amazonas III (antiga Fazenda Urupá), com a presença de autoridades, agricultores e da imprensa.

"Tivemos o privilégio de ser contratados pela Santo Antônio Energia para a elaboração do projeto como um todo e a implantação daquela agroindústria. O IFPE trabalhou duro e demonstrou toda a sua capacidade na obtenção de resultados práticos em um projeto desta relevância", disse Raniery.

Segundo ele, dentre o trabalho feito pelo Instituto Fecomércio, na criação do empreendimento está o Plano de Capacitação Técnica, o treinamento para a implantação do modelo de gestão da agroindústria, articulação com instituições financeiras, o assessoramento na obtenção da documentação necessária à constituição, operação e legalização, dentre outras consultorias.

Além disso, o IFPE providenciou o projeto arquitetônico e de engenharia da agroindústria, inclusive obtendo perante os órgãos competentes, a certificação do empreendimento.

O vice-presidente Gladstone Frota, que representou o Sistema Fecomércio-RO no evento, disse que a inauguração da agroindústria demonstra a evolução do agronegócio no Estado, um setor que tem feito o diferencial da economia rondoniense em comparação a outros estados.

“A união da iniciativa privada e o setor público tem transformado nossa economia. São empreendimentos como esse que mostram que Rondônia caminha no rumo certo, ao investir no empreendedorismo, na força de trabalho e na qualidade de seus produtos. É por isso que a economia do Estado continua crescendo, vencendo barreiras e quebrando paradigmas”, comentou.

O assentamento

O Assentamento Flor do Amazonas, localizado no município de Candeias do Jamari, a cerca de 60 km da capital, foi criado no ano de 2008. A área do assentamento ocupa, atualmente, em torno de 33 mil hectares. Hoje no local existem 600 famílias assentadas que vivem da agricultura familiar.

A agroindústria

O empreendimento terá capacidade para o abate de 500 frangos/dia, que será produzido por um grupo de mulheres assentadas da Cooperativa de Agricultura Familiar Flor do Amazonas (Cooaffa). Tão logo seja certificado pela Idaron o produto da agroindústria poderá ser vendido não somente para o mercado interno, mas também para outros estados. A assentada Maria Leonilda Mattara, uma das líderes do empreendimento, cedeu parte de seu lote para a construção.

A parceria

Além do Instituto Fecomércio, outros três entes tiveram papel fundamental na implantação do projeto: O Incra entrou com os maquinários, instalações frigoríficas, móveis, utensílios e equipamentos de proteção individual (EPIs); A Santo Antônio Energia (SAE) construiu a estrutura física da agroindústria, levou a energia trifásica, capacitou e criou a cooperativa, mantém o acompanhamento técnico e distribuiu calcário para correção do solo dos cooperados. O governo do estado de Rondônia fez o poço de abastecimento de água com 100 metros de profundidade, equipou com bomba e também doou um caminhão de pequeno/médio porte refrigerado para a entrega dos produtos.

Ao todo, foram investidos mais de 3 milhões de reais no empreendimento.

E, para garantir a sustentabilidade desde o início de suas atividades, o IFPE juntamente com a Santo Antônio Energia, viabilizaram uma parceria entre a cooperativa de produtores e uma das maiores redes supermercadistas do estado, para divulgar a marca "Frango deu Frei" e potencializar as vendas.

Fonte: 010 - Marcos Santana

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias