Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018 - 17:49 (Tecnologia)

L
LIVRE

INFRAESTRUTURA TECNOLÓGICA DO TJRO GARANTE REDE MESMO COM INDISPONIBILIDADE DA OI

Todos os estabelecimentos que dependem dos serviços da OI nessas cidades ficaram off-line durante horas até a empresa sanar os problemas.


Imprimir página

Investimento do Tribunal de Justiça de Rondônia na infraestrutura possibilitou as unidades do interior do Estado permanecerem com serviço de internet, mesmo com queda da rede fornecida pela empresa de telefonia. No último dia 12 de junho, as cidades de Vilhena, Espigão d’Oeste, Cacoal, Ji-Paraná e Jaru ficaram sem acesso à internet e sem os serviços de telefonia prestados pela OI, no período das 13h às 18h.

Todos os estabelecimentos que dependem dos serviços da OI nessas cidades ficaram off-line durante horas até a empresa sanar os problemas.

Entretanto, graças aos projetos Modernização da Rede do PJRO e Disponibilidade e Continuidade de Serviços Essenciais de TIC (Redundância), os Fóruns das comarcas supracitadas continuaram trabalhando normalmente, on-line, já que o PJRO conta com uma rede privada de comunicação de dados, a Rede Wan, e ainda com sistemas de redundância que garantem a continuidade dos sistemas.

Histórico

A busca pela melhoria na infraestrutura tecnológica do PJRO vem sendo planejada desde 2011 quando as equipes da Stic, antiga COINF, iniciaram os estudos para a contratação da Rede Wan, ocorrida em 2017, e de modernização da rede do PJRO.

A Rede Wan, cuja infraestrutura não depende da empresa OI, é uma rede que permite a comunicação de dados entre as unidades do PJRO e o datacenter do TJRO, localizado em Porto Velho.

Além da Rede Wan, o PJRO conta ainda com a redundância dos links de internet, ou seja, nos casos de indisponibilidade da internet fornecida pela OI, os fóruns e demais unidades do PJRO utilizam automaticamente o link de internet fornecido pela empresa Vale do Ribeira.

Ganhos

Por outro lado, se o TJRO não tivesse investido na modernização da rede e contratado a Rede Wan e os links redundantes, os fóruns de Vilhena, Espigão D’Oeste, Cacoal, Ji-Paraná e Jaru teriam ficado off-line na tarde de ontem e obrigatoriamente interrompido os serviços, já que não haveria comunicação de dados com a central e nem mesmo internet para acessar qualquer site ou sistema.

O caso evidencia a importância dos projetos de melhoria na infraestrutura tecnológica do TJRO e dos investimentos que vem sendo feitos, pois a garantia de disponibilidade da rede de comunicação de dados e da continuidade dos sistemas é o que permite que o PJRO cumpra sua missão de oferecer à sociedade efetivo acesso à Justiça, já que a cada dia que passa a sociedade está mais informatizada.

Fonte: 010 - Assessoria Comunicação

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias