Segunda-Feira, 04 de Junho de 2018 - 18:16 (Pecuaria)

L
LIVRE

IDARON ATENDEU QUASE TRÊS MIL PECUARISTAS COM EMISSÃO DE GTA NA SEXTA-FEIRA DO FERIADÃO EM RONDÔNIA

A média diária de emissão antes da greve era de 12 mil documentos.


Imprimir página

Um decreto do último dia 29 de maio, de número 22.899, excluiu a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) do ponto facultativo estabelecido pelo governador Daniel Pereira para o primeiro dia deste mês, pós feriado de Corpus Christi.

O comunicado à véspera do feriado, segundo o gerente de Defesa Sanitária Animal da Idaron, Fabiano Alexandre dos Santos, dava conta da necessidade de atendimento em todas as 84 unidades da agência, espalhadas pelo interior do estado, dada à demanda reprimida de abate de gado gerada pelo movimento grevista dos caminhoneiros em Rondônia.

“Havia a perspectiva de retomada do abate de forma gradativa, e para isso foi determinado o atendimento na sexta-feira, para que os produtores pudessem ter a rotina normalizada no final de semana. Para isso eles precisam da Guia de Trânsito Animal (GTA), documento que autoriza a operação de deslocamento dos animais da propriedade até os frigoríficos, e a classe produtiva não poderia ter o prejuízo da não emissão da guia diante da possibilidade de retomada do processo”, explicou Fabiano.

Antes do movimento, que gerou queda nas operações de abate no estado, a média de emissão de guias por dia era de 12 mil documentos. Durante o período de greve, as emissões caíram para, em alguns dias, até 1.500 emissões de GTA. Na sexta-feira (1), com o decreto editado de forma extraordinária, foram emitidas 2.899 GTAs, com maioria para o abate.

Existe também a opção de emissão do documento online, mas o gerente de Defesa Sanitária Animal da Idaron diz que a busca ainda é pequena, sendo predominante a procura nas unidades. Em 2017, de um total de 155 mil guias emitidas, apenas 2.200 foram pela internet.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias