Terça-Feira, 07 de Novembro de 2017 - 10:21 (Colaboradores)

L
LIVRE

GRES DIPLOMATAS JÁ TEM SEU SAMBA ENREDO 2018

A festa em comemoração aos 59 anos do Grêmio Recreativo Escola de Samba Os Diplomatas, que aconteceu sábado passado (04), no clube Flamengo em Porto Velho, foi marcada por vários momentos de emoção.


Imprimir página

De acordo com o cerimonialista José Monteiro o evento foi divido em três momentos: o 1º foi a entrega de Certificados aos que durantes esses anos todos (59), de uma maneira ou de outra colaboraram com o sucesso da agremiação que foi fundada no dia 4 de novembro de 1958. O segundo momento foi a disputa do Samba de Enredo que será cantado pelos integrantes da escola n o desfile de 2018. O tema é sobre a história do professor Severino Castro Silva folclorista presidente da Quadrilha Radio Farol a super campeã do Flor do Maracujá.

Apenas três parcerias inscreveram samba; Rafael Saideira; Moisés; Toninho Tavernard com os parceiros Junior Santos e Eduardo Tavernard. Os próprios compositores defenderam seus sambas, acompanhados pela bateria comandada pelo Mestre Paulinho Santana. A mesa de jurados contou com o professor Marco Antônio Teixeira, João Carlos Alves – Maracanã e Hudson Mamedes. No Final José Monteiro chamou a frente do palco, os compositores, diretoria da escola, o superintendente da Setur Julio Olivar, Silvio Santos e o compositor Ernesto Melo. Carlinhos Maracanã como presidente da Comissão do Concurso de Samba Enredo foi o encarregado em anunciar o hino da escola Os Diplomatas para o carnaval de 2018.

“Os brincantes e simpatizantes da nossa querida escola de samba Os Diplomatas irão cantar na avenida, o samba da parceria de Toninho Tavernard”, anunciou Maracanã.

LETRA DO SAMBA

“Mestre Severino, Seus Caminhos, Suas histórias - Rondônia em Arte, Folclore e Folia”  

De Toninho Tavernard, Junior Santos e Eduardo Tavernard

Um mar vermelho e branco cobre essa avenida

Sou Di0lomatas e hoje to feliz da vida

Eu vim contar a história linda de um artista

Que tem a força de um nortista e alegria de um menino

Que, nasceu no Mocambo ao som da boemia

Cresceu em meio a magia

É folclore, é arte, é Severino

Abram as cortinas, o palco é seu, o show vai começar

Foi um sonhode ciança que Mãe Esperança tratou de abençoar

Brincou, sorriu, cantou, se apaixonou, queria se formar

E recebeu da vida a oportunidade de estudar.

Alô Belém do Pará ele está aí

E quer se lambuzar de açaí

Ao som da bateria que nem maré               [B I S]

Tomou chuva no Círio de Nazaré

Voltou, voltou pra ensinar, Duque, Castelo, Major e Barão

É seu projeto Merendeiras do Rio Preto, o Bar do Choque,

Terceira geração

Severino é alegria, é fantasia e criatividade

A arte é poesia. Pra quem precisa é oportunidade.

Anarriê tocou, se tem toada eu vou

Vai ter quadrilha no Flor do Maracujá                 [BIS]

A arena tá lotada, pega fogo o paiol

É de arrepiar chegou Rádio Farol!

Lá em Roma foi dançar, quanta emoção

Na Paraíba, coisa linda de se vê                          [BIS]

É Diplomata, é Severino, é emoção

Ziriguidum e anarriê.

Fonte: 010 - Silvio Santos/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias