'FUTURA' PRIMEIRA DAMA DO BRASIL: BELA, “RECATADA E DO LAR”, POLÊMICA VIRALIZA NAS REDES - News Rondônia Marcela Temer 'bela, recatada e do lar' cai nas graças da internet em vários memes.

Porto Velho,

Quinta-Feira , 21 de Abril de 2016 - 09:54 - Colaboradores


 


'FUTURA' PRIMEIRA DAMA DO BRASIL: BELA, “RECATADA E DO LAR”, POLÊMICA VIRALIZA NAS REDES

Marcela Temer 'bela, recatada e do lar' cai nas graças da internet em vários memes.

ImprimirImprimir página

Marcela Temer, mulher do vice-presidente Michel Temer, sempre manteve a discrição desde que o marido assumiu o segundo posto mais importante da República. Porém, sempre chama a atenção pela beleza em suas aparições públicas.

As mulheres brasileiras e homens que entendem que mulher deve estar onde quiser, estão enchendo as redes sociais de comentários, memes, fotos e postagens, após matéria sobre Marcela Temer na Revista "Veja", onde a mesma classifica a mulher do vice-presidente Michel Temer de "bela, recatada e do lar", pergunto: Afinal, qual o problema de fazer as próprias escolhas, ser quem você quer ser?

Você que ainda não sabia, saiba que o assunto chegou aos trending topics do Twitter e está em quase todas as timelines desta última quarta-feira (20) e ainda promete durar por mais algum tempo. A reportagem da revista 'Veja" sobre Marcela Temer gerou muita polêmica e, diante do atual cenário político de polarização, muito falatório nas redes, grupos na internet reagiram com ironia à reportagem da revista Veja com um perfil de Marcela Temer, mulher do vice-presidente Michel Temer.

O início do texto revela que a “quase primeira-dama” é 43 anos mais jovem que o marido, aparece pouco, gosta de vestidos na altura dos joelhos e sonha em ter mais um filho com o vice. Entre os depoimentos dos entrevistados, está o do cabeleireiro Marco Antônio de Biaggi: “pedia luzes bem fininhas e era educadíssima”. Na opinião dele, Marcela “tem tudo para se tornar a nossa Grace Kelly”, e para isso bastava deixar o cabelo preso.

A irmã mais nova, Fernanda Tedeschi, afirma que “Marcela sempre chamou atenção pela beleza, mas sempre foi recatada”. Já a estilista Martha Medeiros diz que “ela gosta de vestidos até os joelhos e cores claras”. O texto também ressalta que Michel Temer foi o seu primeiro namorado e que Marcela casou-se com ele aos 20 anos de idade. A reportagem inicia dizendo que Marcela é uma mulher de sorte. No fim, diz que Michel Temer é um homem de sorte.

Em geral, mulheres e homens estão a todo vapor, fazendo diversos comentários e piadas sobre o estilo de vida da mulher do vice-presidente Michel Temer após a publicação classificá-la como "bela, recatada e do lar".

Observando algumas publicações, percebi que todas elas mostram a indignação de muitas e muitos, que seguem a vida lutando para defenderem seus direitos, uma carreira sólida, reconhecimento e respeito.

Diversos famosos também entraram na onda das redes e manifestaram sobre a reportagem, entre eles Geisy Arruda e o ator e diretor Paulo Betti ironizaram os atributos.

Já a apresentadora do GNT Astrid Fontenelle também disse: - "Não consegui entender exatamente o que a revista semanal quis dizer sobre a quase primeira dama indireta. Mas me identifiquei com o título. Faz vc também sua auto homenagem!!!!", disse na legenda.

Irreverente, MC Carol também criticou o perfil traçado pela revista e postou uma foto bem ousada. "Eu e essa tal de Marcela Temer somos 'TÃO PARECIDAS. A única diferença é que na minha casa a PRESIDENTE SOU EU E MEU NAMORADO É A PRIMEIRA DAMA'".

A atriz Tainá Müller também postou uma foto sua como contribuição. No Instagram, legendou: “Tudo bem ser dona de casa. Tudo bem não ser. Lugar de mulher é onde ela quiser. E se ser “bela, recatada e do lar” é uma posição de maior valor social em pleno 2016, realmente estamos rebobinando a fita K7 do Brasil”.

A revista Veja perdeu uma oportunidade de ficar na sua, percebe-se na reportagem uma tentativa de fazer de  Marcela Temer, esposa do Vice-Presidente, Michel Temer, que dentro de alguns dias pode se tornar o Presidente do País, como uma “primeira-dama” perfeita, a revista deu mais um show de machismo e retrocesso.

Na publicação de VEJA, Marcela é desenhada como “bela, recatada e do lar”, nada mais conveniente, para a sociedade patriarcal, afinal o desenho de uma mulher bela, recatada e do lar, como a mulher idealizada da literatura romântica do século XIX, não pisa no calo do machismo, não luta, não tem vontades próprias e não tem poder de decisão.

A Mulher que é retratada como recatada e do lar, se contenta com o lugar de inferioridade que lhe foi imposto com uma consciência de subalternidade que é de indignar.

O que mais gostei disso tudo (Polêmica) é que a mesma, provocou reações nas redes sociais a partir da hashtag #belarecatadaedolar, com o compartilhamento de fotos de mulheres em bares, nuas ou fazendo gestos obscenos, tem até homens.

Foram criados, uma ferramenta para adicionar os dizeres às fotos, um tumblr e pelo menos três eventos no Facebook. Já no Instagram, a hashtag somava 64.799 publicações até a 0h desta quinta-feira (21).

Foi perfeito, esse imediatismo das redes sociais, porque além da ironia, a reação da internet ainda levanta a discussão sobre machismo e os padrões femininos, durante a quarta feira, pude acompanhar a  onda que foi crescendo em torno do tema, até o perfil da série House of Cards, do Netflix, fez uma postagem. A revista Forbes também fez reportagem falando do senso de humor dos brasileiros ao reagir à publicação com a enxurrada de memes nas redes.

Movimento feminista não aprova

No texto, assinado por Juliana Linhares (VEJA), Marcela é retratada como a primeira-dama perfeita, algo semelhante à mulher idealizada na literatura romântica do século 19, reafirmando uma sociedade patriarcal. O que não agradou o movimento feminista e fez com que a revista recebesse inúmeras críticas. Até um tumblr foi criado com o tema.

No início do mês, a revista IstoÉ lançou uma edição onde o título era “As explosões nervosas da presidente”. A publicação também foi rejeitada pelo movimento feminista e acusada de misoginia, gaslighting (abuso psicológico) e de que reforçava estereótipos machistas. O repúdio foi feito através da hashtag #IstoÉMachismo.

Resumindo: Marcela Temer, pode ser bela, recatada e “do lar”, e tudo mais que ela quiser ser, porque todos nós, de que gênero for, podemos ser o que quisermos ser, creio que além de ser uma matéria machista é incrivelmente desnecessária.

Por Zecca Paim
Professor e Jornalista
MTB 1453/RO

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Zecca Paim

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt