FUNDAÇÃO RIBAMAR ARAÚJO, UMA IDEIA PODEROSA AOS QUE PRECISAM DE AJUDA E ATENÇÃO - News Rondônia A dirigente da Fundação revela que ‘os candeenses, em particular, viram reafirmado diante de seus olhos e ouvidos que estamos, rotineiramente, oferecendo atendimento a jovens, adultos e idosos da terceira, através dos escritórios de Candeias e da Capital’.

Porto Velho,

Terça-Feira , 26 de Julho de 2016 - 21:55 - Colaboradores


 


FUNDAÇÃO RIBAMAR ARAÚJO, UMA IDEIA PODEROSA AOS QUE PRECISAM DE AJUDA E ATENÇÃO

A dirigente da Fundação revela que ‘os candeenses, em particular, viram reafirmado diante de seus olhos e ouvidos que estamos, rotineiramente, oferecendo atendimento a jovens, adultos e idosos da terceira, através dos escritórios de Candeias e da Capital’.

ImprimirImprimir página

Candeias do Jamari/RO – Com mais tempo de atuação nesta parte do Estado, a Fundação Ribamar Araújo’ se destaca no oferecimento de cursos de formação e organização social de entidades voltadas aos interesses coletivos através de recursos em parceria entre governos.

Na grade de oferta de cursos qualificativos, a F.R.A possibilitou aos cidadãos mais vulneráveis, ora da zona urbana, ora da rural,  a chance de terem a oportunidade do primeiro emprego. Nessa esteira, ‘luta com afinco, amor e dedicação pelo fortalecimento do tecido social e humano dos candeenses’, diz a dirigente Ana Lúcia.

Até aqui, anota-se a oferta de cursos, painéis, oficinas [de desenvolvimento social e humano], palestras interativas e de atividades ligadas a grupos comunitários, juventude e do agronegócio rural através de associações e cooperativas familiares.

A dirigente da Fundação revela que ‘os candeenses, em particular, viram reafirmado diante de seus olhos e ouvidos que estamos, rotineiramente, oferecendo atendimento a jovens, adultos e idosos da terceira, através dos escritórios de Candeias e da Capital’.

- Trata-se de uma metodologia que não faz distinção entre pobres, ricos e poderosos e que pugna pelo atendimento a todos os cidadãos que a nós chegam ou que são levados, reafirma Ana Lúcia.

 

Na grade anual de cursos ofertados com a Escola do Legislativo, destaca-se, na dianteira o curso de formação a professores da rede municipal e estadual de ensino, o de linguagem de sinais [Alfabeto de LIBRAS] para surdos em sala de aula. Na seqüência, o de formação, instrução e qualificação [burocrática e técnica] às lideranças rurais e urbanas.

Além de Candeias do Jamari, a Fundação Ribamar Araújo atende em prédio localizado ao longo da Avenida Amazonas com as ruas 3 e 4, na Capital Porto Velho. A atenção é dada através de resolução de problemas clínicos, hospitalares e até jurídicos através de encaminhamentos em meio às demandas cívicas, sociais e em casos humanitários.  

Pela entidade passa, ainda, segundo parte de seus membros, ‘as discussões e os debates mais vivos sobre a rotina dos cidadãos e suas comunidades’. E reiteram: ‘as demandas em torno das políticas públicas são levadas ao conhecimento das autoridades’. Além de que ‘recomendamos que os governos ampliem o acesso aos mais vulneráveis’, diz Ana Lúcia.

FAZ A SUA PARTE – Na de Candeias [a 20 quilômetros da Capital] é comum o olhar de pessoas e entidades sobre o crescimento de pessoas em situação de vulnerabilidade pessoal e social. Contudo, ‘ainda não há uma linguagem única por parte do poder público local para informar onde estão os mais pobres’, atesta a acadêmica Francisca Souza da Silva, 52.

Segundo ela, ‘é oportuna saber que esta entidade desempenha, periodicamente, serviços de atenção aos cidadãos mais vulneráveis e àqueles que, direta e indiretamente, são recebidos e atendidos e têm seus casos encaminhados à solução efetiva’.

Francisca é Acadêmica de Serviço Social e, rotineiramente, visita a cidade de Candeias. Sempre que pode fala sobre o estado em que se encontra o Município, dentro do cenário nacional, com a falta de políticas públicas, minimamente, para garantir o primeiro atendimento, com exceção do oficial Programa Bolsa Família e óbitos.

- Saber sobre os resultados positivos alcançados pela Fundação Ribamar Araújo, segundo ela informou este site, ‘é como o público que precisa confiar e ter esperança que, se o poder público não faz, a sociedade civil organizada o fará’.   

 

 

 

XICO NERY – Direto Ao Ponto 

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: XICO NERY

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt