Sabado, 06 de Maio de 2017 - 08:51 (Turismo)

L
LIVRE

FÓRUM DOS GOVERNADORES E VISITA DE MINISTRO MOVIMENTOU A SEXTA-FEIRA

Eles se comprometem envidar esforços para o cumprimento de todas as metas estabelecidas. Com isso, foi assinada a “Carta de Porto Velho”. O documento oficializa todas as decisões tomadas pelos gestores para o desenvolvimento sustentável da região.


Imprimir página

A sexta-feira (05) foi agitada, no plano político, em Porto Velho. Por aqui, simultaneamente aconteceram dois eventos importantes; A visita do Ministro do Turismo, Marx Beltrão e o 14° Fórum de Governadores da Amazônia. Neste último, acordos importantes nas áreas de segurança, meio ambiente, comunicação e desenvolvimento foram fechados.

Sobre os acordos, os governadores Confúcio Moura (RO), Tião Viana (AC), Waldez Góes (AP), Simão Jatene (PA), Suely Campos (RR), Marcelo Miranda (TO), Carlos Fávaro (governador em exercício do MT), Jorge Nascimento (secretário de Planejamento do AM) e Carlos Orleans (vice-governador do MA) criaram o Consórcio Interestadual da Amazônia Legal, um organismo de cooperação técnica que vai reunir os representantes dos estados.

Eles se comprometem envidar esforços para o cumprimento de todas as metas estabelecidas. Com isso, foi assinada a “Carta de Porto Velho”. O documento oficializa todas as decisões tomadas pelos gestores para o desenvolvimento sustentável da região.

O encontro também foi oportuno para a cobrança de investimentos do governo federal, sobretudo na área da segurança. Neste caso, os secretários de Segurança da Amazônia se reuniram para tratar da vigilância nas áreas de fronteira.

Na área do Meio Ambiente, as propostas apresentadas no encontro giraram em torno da construção de uma agenda integrada positiva rumo ao desenvolvimento sustentável e que garanta qualidade de vida para os habitantes da floresta.

Anfitrião do fórum, o governador Confúcio Moura (PMDB) disse que os estados amazônicos são pressionados para preservar as riquezas, mas não há, da parte dos estados e países poluidores, além do governo federal, a adequada e proporcional contrapartida às riquezas anunciadas. Confúcio propôs mudança neste comportamento. “Queremos ficar ricos também. Que nossa população também tenha bons serviços, atenção à saúde das populações indígenas, ribeirinhas e isoladas”, defendeu.

Visita Ministerial  

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, também desembarcou e cumpriu agenda na capital. Em sua passagem pelo Palácio Rio Madeira durante o Fórum de Governadores, ele apresentou a campanha publicitária para divulgar e promover o turismo da Amazônia.

“Descubra uma nova Amazônia” é o tema da campanha que passará a ser veiculada a partir do dia 09 de maio e terá como praças prioritárias Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro. Mesmo assim, o ministro garantiu que a peça será veiculada em rede nacional.

Também em solo rondoniense, o ministro participou de um almoço que teve como menu iguarias da Amazônia e visitou o “Memorial Rondon” justamente no dia do aniversário do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon, patrono do estado. 

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias