Sexta-Feira, 26 de Janeiro de 2018 - 11:16 (Artigos)

L
LIVRE

FESTA DE PENTECOSTES - Por João Antonio Pagliosa

No livro de Êxodus, capítulo 23, versículo 14, Deus fala com Moisés e proclama que o povo judeu, (neste momento já liberto do jugo do faraó egípcio), deverá por três vezes no ano, celebrar festas.


Imprimir página

São elas: A festa da Páscoa, comemorando a saída dos judeus do Egito. A festa de Pentecostes ou festa da semeadura onde iniciam os frutos da terra. E a festa dos Tabernáculos (tendas usadas pelos hebreus no deserto), que comemora a colheita das safras e se recolhe os grãos que enchem celeiros e lagares.

Excetuando-se a Páscoa, as outras duas festas são praticamente esquecidas pelos cristãos, porém, foi numa festa de Pentecostes que o Espírito Santo desceu sobre a face da Terra e “iluminou” os discípulos de Jesus que oravam por 50 dias, e no último dia, conforme prometido, o Espírito Santo desceu sobre cada um deles.

No livro de Atos, os capítulos 1 e 2, evidenciam estes fatos com clareza, e Lucas, (que escreveu Atos), narra que Jesus ressurreto, permaneceu 40 dias com seus apóstolos, participou da festa de Pentecostes, e deu-lhes mandamentos por intermédio do Espírito Santo, e após foi elevado às alturas.

Jesus, depois de ser crucificado e morto, se apresentou vivo a seus apóstolos e conviveu com eles por 40 dias, falando das coisas concernentes ao reino de Deus. E ceando com eles, Jesus determinou que não se ausentassem de Jerusalém, e que esperassem a promessa do Pai, isto é, o batismo com o Espirito Santo.

Jesus disse-lhes que receberiam o Espírito Santo, e que recebendo, teriam poder, teriam muitos dons e que seriam suas testemunhas em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da Terra. Ditas estas palavras, Jesus foi elevado aos céus.

Em Atos 2 : 1 a 4, lemos: “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos os discípulos de Jesus, reunidos no mesmo lugar, de repente veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.  E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.

Em Lucas 11 : 13, aprendemos que se queremos os dons do Espírito, precisamos pedir a Deus. E quais são estes dons?

São os dons da Sabedoria, do Conhecimento, da Fé, da Operação de Milagres, das Curas, das Profecias, do Falar em Línguas e Interpretação da Fala em Línguas.

Mas, observe, que só alcançarão os dons do Espírito Santo, aqueles que estiverem na presença de Deus, e em obediência a Ele. Em sintonia com Ele.

Israel, na atualidade, é um país riquíssimo e não há judeus pobres, e este país está cercado de inimigos por todos os lados. Porém, os judeus vivem comemorando o que Deus lhes dá, e celebram em festas as recompensas e as graças do Senhor.

É uma nação extraordinária porque vivem os princípios instituídos por Deus, e são extremamente avançados em todas as áreas da ciência. Mas é pela benção de Deus que Israel sempre vai tão bem!

Em Deuteronômio 16 : 12, Deus é bem claro quando através de Moisés, nos ensina: “Cuida de obedecer fielmente todos estes decretos.” Os judeus obedecem, daí avançam e progridem.

Ora, leitor, você também precisa celebrar, e comemorar, e curtir muito tudo aquilo que recebe de Deus, sem viver angustiado por aquilo que não tem.

Receba com alegria o seu holerite, e entenda que se o seu ganho lhe parece pouco, há milhões de pessoas que não tem nenhum trabalho.

E administre bem o seu dinheiro. No Brasil há mais de 70 milhões de cidadãos endividados e inadimplentes, e a maioria está nesta situação porque gastou bem além do que poderia ou precisaria gastar.

E o dinheiro não é responsável por fazer você feliz. Apenas você é responsável por fazer você feliz. O dinheiro é bom e precisa ser respeitado; ele só faz mal a quem o ama. A estes, o dinheiro simplesmente detona, estraçalha, liquida. Portanto, cuidado ao lidar com dinheiro…

Veja leitor, na mesma dimensão que Deus nos dá suas riquezas, nós precisamos devolver a Ele, que é o dono de tudo. É claro que as pessoas, normalmente tem dificuldades de entender Deus, de entregar um pouco para Deus, mas é imperioso dividir os nossos tesouros aqui na Terra, se quisermos garantir tesouros no céu. E lembre-se: É dar parte daquilo que Deus lhe dá!

E Deus gosta de festas! E Ele quer que celebremos muitas festas em reunião com a família. E Deus quer que trabalhemos sob a sua benção, porque é a sua benção que nos faz enriquecer, que nos torna prósperos em todas as áreas de nossa vida.

Vivemos hoje um mundo onde pessoas enriquecem da noite para o dia, concomitantemente, vivemos um mundo onde pessoas também empobrecem da noite para o dia, entretanto, nunca tenha dificuldade para entregar o seu dízimo, as suas ofertas, e as suas primícias.

Seja sábio e compartilhe com sabedoria, com bom senso, tudo aquilo que Deus lhe dá.

Fonte: 010 - João Antonio Pagliosa/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias