FALTA DE ATENDIMENTO PRECISO DO SAMU É DENUNCIADO AO MP DE RONDÔNIA - News Rondônia Com fortíssimas dores na região da coluna e do baço, a ponto de ter ensaiado desmaios, a idosa recebeu dos vizinhos doses presumíveis de Buscopan e Dipirona.

Porto Velho,

Terça-Feira , 20 de Maio de 2014 - 20:46 - Colaboradores


 


FALTA DE ATENDIMENTO PRECISO DO SAMU É DENUNCIADO AO MP DE RONDÔNIA

Com fortíssimas dores na região da coluna e do baço, a ponto de ter ensaiado desmaios, a idosa recebeu dos vizinhos doses presumíveis de Buscopan e Dipirona.

ImprimirImprimir página

Porto Velho/RONDÔNIA - A sexagenária Raimunda Maciel Nunes, moradora da Avenida Amazonas, 9029, bairro Socialista, provou durante parte desta terça-feira 20, ‘do gostinho do pão que o diabo amassou’.

Ela é portadora de crises duradouras em todo o corpo, sobretudo na coluna e baço. Segundo familiares, ‘fizemos várias chamadas aos números da emergência 192 [SAMU] e 193 [Corpo de Bombeiros] a partir das 13 à 15h, mas não fomos atendidos’.

Em novas chamadas, com a intervenção de um Repórter deste site de notícias, ‘Eudes disse que o GPS estava desatualizado e pedia a todo instante que a paciente se dirigisse para uma via mais próxima da suposta localização que disponha no serviço’.

Com fortíssimas dores na região da coluna e do baço, a ponto de ter ensaiado desmaios, a idosa recebeu dos vizinhos doses presumíveis de Buscopan e Dipirona. Mas as dores não passavam enquanto os familiares, atônitos ligavam ao gabinete do secretário de Saúde, Domingos Sávio de Araújo.

Por força da intervenção do gabinete do titular da SEMUSA, precisamente às 15h40, em menos de 10 minutos, a unidade de atendimento ‘chegou ao local onde a idosa aguardava pelo demorado socorro’.

Enquanto isso, familiares e grupos de interesse residentes e domiciliados ao longo da Avenida Amazonas, no limite entre os bairros Socialista, Tancredo Neves e Jardim Santana, respectivamente, estão decididos a comunicar à Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos do Idoso [Rua Jamari, 155, bairro Olaria], a fim de que as medidas cabíveis sejam tomadas pelo poder público a partir da abertura de um procedimento investigatório.

Com relação ao suposto descaso praticado pelo plantonista de pré-nome EUDES, o mesmo em dias alternados aos dos colegas, durante seu plantão, viria alegando rotineiramente que parte dos atendimentos nesta área [da Avenida Amazonas], ‘não poderia ser feito em face da não localização desses pontos não constarem do mapa e do GPS do SAMU’.

XICO NERY é Produtor Executivo de Rádio, Jornal, TV e Repórter Fotográfico e CONTATO de Agências de Notícias nas Amazônias, Países Andinos e Bolivarianos

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: XICO NERY

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt