FALSO LÍDER DOS TAXISTAS AINDA SE ENCONTRA EM LUGAR INCERTO E NÃO SABIDO - News Rondônia A Justiça, segundo taxistas que se consideraram ludibriados por ele, com a tentativa de criar uma nova entidade na mesma base do SINTAX, ‘Filhão vive se escondendo dos oficiais de Justiça para não ser citado no caso’.

Porto Velho,

Quarta-Feira , 05 de Novembro de 2014 - 20:19 - Colaboradores


 


FALSO LÍDER DOS TAXISTAS AINDA SE ENCONTRA EM LUGAR INCERTO E NÃO SABIDO

A Justiça, segundo taxistas que se consideraram ludibriados por ele, com a tentativa de criar uma nova entidade na mesma base do SINTAX, ‘Filhão vive se escondendo dos oficiais de Justiça para não ser citado no caso’.

ImprimirImprimir página

Porto Velho, RONDÔNIA – O pseudo-líder sindical do movimento sindical dos taxistas rondonienses, Waldiney Souza Luz [vulgo Filhão], ainda encontra-se em lugar incerto e não sabido e até agora não pode ser citado na ação movida pelo legítimo Sindicato da  categoria.

Sem a plena tutela auferida pelo Juízo rondoniense, ‘Filhão’, ainda se mobiliza com parte de profissionais não filiados na tentativa de ‘relaxar as ações do Judiciário e ganhar tempo para, também, não comparecer a uma audiência prevista para Brasília’.

Já, o presidente do Sindicato dos Taxistas dos Transportadores Escolares, Transporte Turístico e Fretamento do Estado de Rondônia [SINTAX], inscrito no CNPJ 09.529.640\04, representado por seu presidente, o líder sindical Francisco Ferreira Santos [O Chiquinho do SINTAX], continua firme na defesa dos interesses da categoria pelo desfecho do caso dentro da maior brevidade.

Sem provas robustas para justificar a criação de uma nova entidade sindical, dentro da mesma base territorial, ‘FILHÃO’ e seu grupo de insurgentes é acusado no Judiciário por ser o autor da coleta de assinaturas para compor lista de presença de uma assembleia que não ocorreu, efetivamente, sob a artimanha de que se tratava de um abaixo-assinado.

A coleta das assinaturas, de acordo com fontes do MT-E, segundo um da peça de inquérito policial, ‘teriam sido conseguidas nos dias de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo’ para a suposta criação do Sindicato dos Taxistas Autônomos do Estado de Rondônia [SindiTax].

Por fim, dentro das inúmeras anomalias do processo feito por ‘Waldiney Souza Luz, o Filhão, destaca-se que a lista de presença existe três assinaturas idênticas para AMM’s e pessoas diferentes, ou seja, alguém assinou três vezes em nome de outras pessoas o que poder ser caracterizado como falsidade ideológica’, disse uma nova fonte policial.

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Xico Nery

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt