Domingo, 06 de Maio de 2018 - 12:52 (Colaboradores)

L
LIVRE

EXCLUSIVO - PRF APREENDE 'NOVA FROTA' DE ÔNIBUS ESCOLAR RURAL DE EMPRESA DO ACRE CONTRATADA PELA PREFEITURA

15 ônibus foram liberados para aluguel, com o um valor unitário de R$1.000,00 (hum mil reais), perfazendo um total de R$15.000,00 (quinze mil reais) mensais, que obrigatoriamente teriam que ser depositados em conta judicial para pagamento de dividas da empresa TRÊS MARIAS para com os ex funcionários, que já passam dos 25 milhões de reais.


Imprimir página

PORTO VELHO - A PRF (Policia Rodoviária Federal) apreendeu ontem vários ônibus da Empresa TRÊS MARIAS, que mesmo sendo peça de processo trabalhista dos antigos funcionários do setor de transporte, foi liberado pela juíza da 6ª Vara Cível, Falências e Recuperações Judiciais Dra. Rosemeire Conceição dos Santos Pereira de Souza, para serem alugados a Empresa FREITAS TRANSPORTES, já que a mesma foi uma das empresas vencedoras do certame emergencial e ira atender os alunos do Distrito de Rio Pardo.

VEJAM DECISÃO JUDICIAL


Decisão do dia 04/05

15 ônibus foram liberados para aluguel, com o um valor unitário de R$1.000,00 (hum mil reais), perfazendo um total de R$15.000,00 (quinze mil reais) mensais, que obrigatoriamente teriam que ser depositados em conta judicial para pagamento de dividas da empresa TRÊS MARIAS para com os ex funcionários, que já passam dos 25 milhões de reais.

A mais de dois meses esse blogueiro/jornalista vem denunciando que a referida empresa seria uma das vencedoras do certame emergencial, e que ela também estava contando com os veículos da empresa em recuperação judicial TRÊS MARIAS, e que toda essa manobra iria acontecer, já que um importante assessor da administração municipal vinha fazendo lobby para a contratação da empresa FREITAS TRANSPORTES.

É TUDO MUITO SUSPEITO!

Depois de muitas polemicas na primeira fase do certame realizado pela SML (Superintendência Municipal de Licitação), onde na primeira tentativa somente duas empresas apareceram, FREITAS (ACRE) e MEGA (SP) e que por erros em suas planilhas, ambas foram desclassificadas, abriu-se então uma nova chances, cinco dias depois, para que outras empresas também viessem a se candidatar. E foi exatamente o que aconteceu!

Na segunda tentativa, cinco empresas apareceram; MEGA(SP), FREITAS (AC), FLECHA (RO), VIPER (MA) e VIA NORTE (RO). E mais suspeito ainda foi que a empresa VIPER, que tem sede em São Luis (MA), apresentou propostas mais baixas para os sete lotes, e acabou "levando tudo", e já na fase de habilitação, ela simplesmente se retirou do certame abrindo assim chances para as empresas FREITAS, FLECHA e VIA NORTE, que ficaram em segundo lugar.

Ficou então decidido que a FREITAS ficaria com os lotes 1,2 e 3, a VIA NORTE com o lote 4 e a FLECHA com os lotes 5, 6 e 7. Caminhou-se então para a fase de habilitação, que é a fase de apresentação de documentos, qualificação e capacidade técnica.

Incrivelmente a empresa FEITAS foi desclassificada dos lotes 2 e 3 por falta de atestado de capacidade técnica, e foi habilitada para o lote 1 com um atestado de capacidade técnica que é guardado as sete chaves, sem ter passado por nenhuma pericia técnica como é o correto e como foi feito com todos os documentos das outras duas empresas.

Vale ressaltar que este jornalista protocolou requerimento junto a SML para que me fossem entregues copias dos documentos de habilitação de todas as empresas envolvidas no certame, e a superintendente PATRICIA DAMICO, que inicialmente mostrou-se transparente e favorável a entrega dessas copias, ficou empurrando com abarriga e até hoje tais documentos não me foram disponibilizados.  

ALÉM DE TODAS ESSAS SUSPEITAS...

A empresa não tinha nenhum veículo, já que ainda estava "negociando com a justiça" para que a mesma liberasse 49 ônibus da Empresa TRÊS MARIAS, e que até aquele momento a justiça negara a liberação.

Fato consumado, e com um lobby forte do assessor do gabinete, na última sexta feira, 04/05, as 16 horas na sede da SEMED,  somente a empresa FREITAS foi chamada a assinar contrato e imediatamente começar a operar nesta segunda feira, 07/05, com 15 ônibus no DISTRITO DE RIO PARDO.

A equipe técnica da SEMED então dirigiu-se até a garagem da empresa TRÊS MARIAS para fazer vistoria nos veículos, e todos foram liberados para seguir viagem para atender os alunos da área rural de RIO PARDO.


Técnicos da SEMED fazem "vistoria"

A CEREJA DO BOLO...

No afã de liberar os veículos para a EMPRESA FREITAS, a equipe técnica se omitiu criminosamente ao não analisar a documentação dos veículos e suas condições para transportar crianças, estudantes da rede municipal de ensino.

Ao tentarem sair com os veículos com toda a documentação atrasada a mais de três anos, sem vistoria do DETRAN, com multas, falta de pagamento de tributos inerentes aos veículos, dentre outras irregularidades, NOVE deles foram parados e apreendidos pela PRF no Km 45 sentido ACRE, DOIS desviaram caminho e retornaram para Porto Velho quando perceberam que os "DA FRENTE" tinham sidos parados, e QUATRO veículos ninguém sabe o seu paradeiro.

Amanhã a empresa tem que estar em RIO PARDO com 15 veículos para atender aos alunos que estão sem aula desde o ano passado e certamente iram continuar nesta condição. Resta saber se com todas essas irregularidades denunciadas aqui, qual será a posição do prefeito HILDON CHAVES em relação a seu secretário de educação e ao seu assessor que está por trás de tudo isso.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias