Sexta-Feira, 11 de Agosto de 2017 - 19:10 (Geral)

L
LIVRE

ESTUDANTE DO ACRE NÃO RESPONDERÁ CRIMINALMENTE, GARANTE DELEGADO

“Não tinha um delito praticado, havia uma comprovação de ausência voluntária programada pelo Bruno", afirmou Alcino Júnior


Imprimir página

Mesmo após ter ficado cinco meses desaparecido, Bruno Borges, 25 anos, não responderá criminalmente pelo sumiço. A declaração foi dada pelo delegado que investiga o caso, Alcino Júnior, durante uma coletiva nesta sexta-feira (11). Ele disse que a família também não será responsabilizada. O estudante, que e do Acre, foi visto pela último vez no dia 27 de março e voltou para casa na manhã de hoje.

“Não tinha um delito praticado, havia uma comprovação de ausência voluntária programada pelo Bruno. Então, como não é crime, ele continuou vivendo esse momento de afastamento da sociedade e encerramos o inquérito, responsabilizando algumas condutas do Márcio Gaiote e Marcelo [amigos de Bruno], por falso testemunho. E também foram indiciados pelo furto de alguns materiais que foi noticiado, inclusive, pela mãe do Bruno", afirmou.

Segundo informações do G1, Bruno será ouvido na próximo semana. O delegado ainda ressaltou que o jovem não traz nenhuma consequência jurídica. "Talvez tenha trazido uma movimentação social, consequência social, mas não consequência jurídica, até porque o ordenamento brasileiro não vê nenhum tipo de crime para quem se ausenta voluntariamente”, explicou.

Fonte: 010 - noticias ao minuto/g1

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias

Http://www.Auto-doc.pt