Sabado, 07 de Abril de 2012 - 13:10 (Colaboradores)

ESCREVER É UM ATO E TODOS PODEM, NASCER JORNALISTA É UM DOM; QUAL A SUA CATEGORIA?

Se não temos o que comemorar é porque não estamos lutando por nossos direitos. Esse é o grande problema do jornalista, se preocupar muito com o problema dos outros e nada com o coletivo.


Imprimir página

O trabalho do jornalista é algo indispensável para o dia a dia da humanidade.  Como diz uma celebre frase, “parem as máquinas” por um dia e irá ver no que o mundo se transformará. Sinta-se vendando, e sem rumo, é desta forma que a informação age, de maneira imprescindível. Jornalistas unidos formam a força da notícia, jornalistas sem rumo e fanfarrões formam um centro frágil, obscuro e individual que se vendem por migalhas, e estes jamais podem ser chamados de jornalistas. Ingenuidade é um estado normal de alguns seres, fazer-se ingênuo é tão pobre quanto surrupiar.

Se não temos o que comemorar é porque não estamos lutando por nossos direitos. Esse é o grande problema do jornalista, se preocupar muito com o problema dos outros e nada com o coletivo.

Não é porque atualmente o Brasil não exige o diploma de Jornalista que qualquer indivíduo pode se achar no direito de sair por ai escrevendo balelas. Assim como nós jornalistas não andamos por ai com um bisturi nas mãos operando pessoas, ou com uma arma atirando.

O Fato que é hoje muitos jovens que entram numa faculdade de jornalismo já pensam em ganhar muito dinheiro. Como a notícia, o dinheiro nessa profissão vem de duas formas; com a sua postura e responsabilidade ou com a sua habilidade de deixar-se levar pelo péssimo profissionalismo que enoja os jornalistas de verdade.

O jornalismo é uma luta diária onde as perguntas ditam as regras, do embate entre o bom senso e a linha tênue da ética.  Mas além de tudo é o momento em que seu trabalho é visto e apreciado por uma gama de leitores interpretativos. Escrever é um ato e todos podem, nascer jornalista é um dom que poucos se enquadram, qual a sua categoria?

 

Emerson Barbosa – jornalista

Fonte: Emerson Barbosa

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias