ESCOLA NOVA REPUBLICA - MAIS UM GRANDE CRIADOURO DO MOSQUITO AEDES NA CONTA DA SEMED - News Rondônia A diretora da escola já procurou a SEMED, já fez oficio e entregou na mão da própria secretária, e como é de praxe, ela prometeu resolver o problema, e isso já vai para 20 dias.

Porto Velho,

Quinta-Feira , 25 de Fevereiro de 2016 - 21:53 - Colaboradores


 


ESCOLA NOVA REPUBLICA - MAIS UM GRANDE CRIADOURO DO MOSQUITO AEDES NA CONTA DA SEMED

A diretora da escola já procurou a SEMED, já fez oficio e entregou na mão da própria secretária, e como é de praxe, ela prometeu resolver o problema, e isso já vai para 20 dias.

ImprimirImprimir página

A SEMED, da secretária Francisca das Chagas (Chaguinha), está se destacando na luta contra o mosquito Aedes aegypti, só que de maneira totalmente ao contrário. Dia sim e outro também, estamos recebendo denúncias de escolas e creches, estejam em atividades ou não, que estão servindo de criadouro do mosquito que transmite a dengue, febre chikungunya e o zika vírus, e dessa vez é na Escola Nova República, no bairro Nova Floresta. 

A diretora da escola já procurou a SEMED, já fez oficio e entregou na mão da própria secretária, e como é de praxe, ela prometeu resolver o problema, e isso já vai para 20 dias. Enquanto isso, aproximadamente 200 alunos correm sério risco de pegarem as doenças transmitidas pelo mosquito que está preocupando o mundo inteiro.

Chaguinha não deve ter caído na real sobre os perigos do aedes, até porque, praticamente todos os dias, alguém está falando sobre os problemas da quadra do colégio Padrão, que continua sendo empurrado com a barriga entre ela e o secretário da SEMES, Rafael Claros.

Se fala muito também sobre os escombros do antigo posto de saúde Renato Medeiros, no Cidade do Lobo e que desde 09 de janeiro de 2015 é de responsabilidade da SEMED. Sem contar que na Linha 67, Ramal Caracol, Distrito de Jacy Paraná, também encontramos vários criadouros em meio a dezenas de outros problemas estruturais que estão impedindo o início do ano letivo. Afinal de contas, de que lado a Chaguina esta? Da população que paga seu salário ou do mosquito que causa tantas doenças?

Assim como aconteceu no Ramal Caracol, um grupo de país de alunos tiveram que recorrer ao Ministério Público. Segundo eles, "nossa reivindicação é para que a SEMED mande resolver essa questão do esgoto da escola, como vocês estão vendo e sentindo, a água podre está toda no fundo da escola e o fedor é insuportável. Sem contar que no local aonde as crianças brincavam, fica ao lado de todo esse problema, e eles agora tem que ficar presos dentro do prédio porque estão todos apavorados com medo de adoecer. Por isso acionamos o MP, já que a SEMED não resolve o nosso problema", disse um revoltado pai de aluno que não quis se identificar.​

NOTICIAS RELACIONADAS

Fonte: Carlos Caldeira

Comentários do Facebook

Veja Também

Publicidade

  • Http://www.Auto-doc.pt