Sexta-Feira, 27 de Abril de 2018 - 17:20 (Educação)

L
LIVRE

ESCOLA DE GAMES E PROGRAMAÇÃO SERÁ INAUGURADA NESTE DOMINGO EM PORTO VELHO

As aulas são projetadas para orientar e guiar individualmente os alunos nas suas habilidades lógicas, matemáticas, interpretação textual e no universo da inovação tecnológica e do empreendedorismo.


Imprimir página

Por Eleni Caetano

A Be.Byte é uma escola que irá trabalhar com crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, onde os alunos irão aprender a desenvolver aplicativos, criação de games, além de descobrir tudo sobre inovações tecnológicas. A Be.Byte, da unidade Porto Velho, será inaugurada neste domingo (29) a sede fica localizada no bairro Embratel, atrás da Cultura Inglesa. Com programação diversificada das 9h às 18 horas.

Considerada o ensino do futuro a Be.Byte, irá oferecer aos alunos a oportunidade de desenvolver suas habilidades, usando a tecnologia para desenvolver criação de jogos, programação e Fablab (Maker). As aulas são projetadas para orientar e guiar individualmente os alunos nas suas habilidades lógicas, matemáticas, interpretação textual e no universo da inovação tecnológica e do empreendedorismo.

Segundo Alex Roger, fundador da Be.Byte, o curso é dividido em seis módulos conclusivos, ou seja, a cada semestre o aluno finaliza um jogo e o mesmo é publicado nas plataformas disponíveis para Android e IOS. Os módulos são divididos em: Curso Completo de games; Games em Realidade Virtual; Games Clássicos e Pixel Arte; Curso 100% dedicado a Modelagem 3D; Programação Mobile para Apps e Ênfase em Arte e Animação.

O curso é ideal para as crianças e adolescentes que passam horas no tablets ou no aparelho celular e que acabam deixando os pais preocupados, porque o filho (a) fica muito envolvido naquele mundo virtual e os pais não sabem muito bem como lidar com isso. “As atividades estimulam a criatividade e o conhecimento em diversas áreas, como ilustração, criação de roteiro, áudio, animação, entre outros”, afirmou Alex Roger.

Além de criação de games e aplicativos, o curso ensina a montar impressora 3D, o que fazer com computadores antigos e construir drones. Estão previstas oficinas criativas, como palestras de youtubers, curso de xadrez, montagem de cubo mágico e dicas de jogos. Segundo Alex, o trabalho desenvolvido na escola contribui com a formação de profissionais criativos para o futuro e oferece uma nova oportunidade de mercado aos alunos.

Âncora Be.Byte foi criada em 2014, em Orlando, com a finalidade de ser uma escola de criação de jogos, programação e Fablab (Maker) para crianças e adolescentes de 6 a 16 anos. As aulas são projetadas para orientar e guiar individualmente os alunos nas suas habilidades lógicas, matemáticas, interpretação textual e no universo da inovação tecnológica e do empreendedorismo.

Alex Roger tem 36 anos, reúne larga experiência em criação de jogos e aplicativos de sucesso e criou a Be.Byte na Flórida, nos Estados Unidos, em 2014. Desenvolveu 19 jogos e aplicativos em quatro anos, entre eles o Audiobook do DMV da Califórnia (Departamento de Trânsito Americano).

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias