Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018 - 18:17 (Geral)

L
LIVRE

ENERGIA ELÉTRICA: TJRO ADOTA PRÁTICAS BENÉFICAS À SOCIEDADE E AO MEIO AMBIENTE

Além de medidas administrativas, o Tribunal incentiva a economia entre servidores e magistrados.


Imprimir página

A utilização consciente dos recursos é a nova ordem no serviço público. No Tribunal de Justiça de Rondônia, ações exemplares vêm incentivando servidores e magistrados para alcançar as metas de economia. A substituição de copos descartáveis por canecas e garrafinhas bem como a coleta de papel para reciclagem já têm ampla adesão. Agora o foco é a energia elétrica, cujo mote será “A luz que você apaga, o Tribunal não paga”. A meta é uma redução de 15% em 2018, em comparação com 2017.

Ao apresentar o Relatório de Desempenho Socioambiental 2017, o presidente da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável do TJRO, Juiz Sérgio William Domingues Teixeira, afirmou que “cabe às instituições públicas o exemplo de compromisso com essa responsabilidade social para alcançar a melhoria permanente na gestão dos recursos financeiros, a preservação dos recursos naturais e, no âmbito do Poder Judiciário, a garantia da prestação jurisdicional”.

Foi realizada a substituição das lâmpadas fluorescentes por lâmpadas de LED , em todas as unidades das comarcas do Estado de Rondônia e o resultado registrado no documento aponta que a meta de redução no consumo da energia elétrica foi alcançada e superada ao apresentar diminuição de 17,65% do consumo relativo no ano de 2017 quando comparado ao ano de 2016. O relatório também registra a redução de 24,32% das faturas de energia elétrica, em valores brutos, em relação à área total do órgão. 

“A responsabilidade do uso dos recursos sem desperdício é de todos”, finalizou o magistrado.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias