Sexta-Feira, 08 de Dezembro de 2017 - 13:26 (Comercio e Industrias)

L
LIVRE

EMPRESÁRIOS DE VILHENA CONTRIBUEM PARA A PROPOSTA DA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2018

Para o vice-presidente da Fecomércio-RO, Gladstone Frota, os empresários puderam não apenas opinar, mas, também entender melhor alguns pontos estabelecidos pela reforma trabalhista.


Imprimir página

Depois de quatro dias de muito debate, a Comissão de Negociação Coletiva de Trabalho da Fecomércio-RO finalizou, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Vilhena, na tarde de quinta-feira (07), a última assembléia extraordinária com empresários e contabilistas, as discussões da proposta da convenção coletiva de trabalho 2018.Segundo o presidente da Comissão, Osmar Santana as assembléias foram positivas porque enriqueceram a proposta dos empresários para a convenção coletiva do próximo ano. “Cada município possui sua peculiaridade e da mesma forma que explanamos a proposta também aprendemos muito com cada empresário que participou das assembléias”.

Para o vice-presidente da Fecomércio-RO, Gladstone Frota, os empresários puderam não apenas opinar, mas, também entender melhor alguns pontos estabelecidos pela reforma trabalhista. “Esta proposta começou a ser elaborada pelos nossos onze sindicatos, porém, sua redação final terá a participação de todos os empresários do Estado. É uma carta magna construída por representantes de vários segmentos do comércio. Isto a torna uma convenção mais legítima”, explicou. Com base em tudo o que foi discutido, a Fecomércio-RO fará a redação final da minuta da convenção antes de discutí-la com o representante laboral. A proposta possui mais de 40 itens e envolve questões como férias, abertura de empresas nos feriados, banco de horas, além do novo piso salarial dos empregados do comércio do interior do Estado. A comitiva da Fecomércio-RO realizou assembléias gerais em quatro municípios começando por Ariquemes, passando por Ji-Paraná e Cacoal e finalizando em Vilhena.

Segundo o presidente do Sinvsul, Pedro Jucá, que participou da Assembleia com os empresários em Vilhena, a parceria da Fecomércio-RO com a Associação Comercial e Industrial de Vilhena foi fundamental para o êxito. E complementou: “É importante destacar que essa proposta é baseada na nova legislação. Os empresários de forma alguma querem ou vão retirar direito dos trabalhadores até porque sabem da importância dos seus colaboradores. A convenção vai aproximar ainda mais as duas partes e todos sairão ganhando. Este é o objetivo que todos nós queremos e estamos buscando”.  

Fonte: 010 - Luiz Carlos Ribeiro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias